A dinâmica na California

0

old-vine-zin-spring

A Califórnia produz vinho há mais de 200 anos. Talvez, por estarmos acostumados à história das antigas regiões produtoras na Europa, possa parecer pouco tempo. Mas a verdade é que, na Califórnia, as coisas andam depressa e as modificações são contínuas.

Por lá, não há tempo a perder e isso faz com que estejamos num lugar onde podemos encontrar um grande dinamismo enológico. A indústria vitivinícola desse estado cresce e evolui em grande velocidade. Atualmente, o estado é a origem de 90% da produção de vinhos de todos os Estados Unidos. No meio de uma revolução global de variedades de uvas, modelos de produção e estilos de vinhos, a Califórnia sempre trata, antes de mais nada, de satisfazer o consumidor, deixando de lado os tópicos e histórias de nobres vinhedos.

Esse crescimento e evolução permitiram que os produtores de vinhos de mesa californianos do passado melhorassem, de maneira surpreendente, a qualidade de seus vinhos, para ir ganhando terreno e reconhecimento, ano após ano, em uma indústria vitivinícola cada vez mais competitiva no chamado Novo Mundo (cujos principais produtores são, para além da Califórnia, Chile, Argentina, Austrália, África do Sul e Nova Zelândia).

Mas na Califórnia as coisas são diferentes, e com razão. Sua viticultura e enologia são totalmente abertas e é possível encontrar quase qualquer variedade que se possa imaginar de varietal. Os viticultores são verdadeiros entusiastas dos experimentos. E, ao longo dos últimos anos, plantaram, experimentaram e elaboraram praticamente todas as variedades que caíram em suas mãos.

sociedade-da-mesa

Por essa razão, estamos diante do autêntico “jardim de Baco”.
Na sombra das já famosas zonas vitivinícolas como os Vales Sonoma e Napa, que contam com a grande maioria das bodegas da Califórnia, proliferou um grande número de oásis vitivinícolas, que estão conseguindo ampliar e diversificar os estilos e qualidades dos vinhos deste ensolarado estado americano. A adaptação do vinhedo nesta região tem gerado um infinito mapa de zonas vitivinícolas. Com solos muito diversos e onde prevalece um clima de tipo mediterrâneo, muito condicionado pelas diferenças originadas pela proximidade do Oceano Pacífico e das montanhas, que proporcionam ventos frescos e neblinas, equilibrando o calor do sol nos vales do interior, favorecendo os verões e invernos suaves.

Talvez Napa Valley, com mais de 150 anos de tradição vitivinícola, seja a mais conhecida das regiões vitícolas americanas. O Sonoma, onde o clima é mais fresco que o de outras zonas da Califórnia, permite que a uva amadureça em ótimas condições. Sendo a origem de um grande número de prestigiosos vinhos.

Como já dissemos, o que define a Califórnia como região vitivinícola é sua extensão, sua geografia e sua diversidade de solos. O que permite quase infinitas possibilidades na elaboração de vinhos que nunca deixam de nos surpreender. Bem-vindos à dinâmica Califórnia, onde enologicamente tudo é possível.

Experimente nossas seleções e viva a melhor e mais abrangente experiência enológica. Associe-se!

 

Deixe um comentário