Lucerna: Confira dicas do principal destino turístico da Suíça

0

130710_Lucerna_Kapellbru¨cke_Wasserturm_W2I2317Lago, rio, picos de montanhas e história. O principal destino turístico na Suíça e o primeiro na Europa tem razões de peso para sê-lo. Poucos lugares reúnem o requinte e clima ameno desta cidade elegante enraizada nos Alpes.

Sob o olhar atento das montanhas , encontra-se a pequena e encantadora Lucerna, sempre limpa e resplandecente, dotada de lago (Lago dos Quatro Cantões) e rio (Reuss), clima ameno e valor histórico. Porta de entrada para a Suíça Central, a cidade tem um forte compromisso com os visitantes e cuida minuciosamente de cada canto, para que as recordações da cidade sejam inesquecíveis.

Passear entre as ruelas de seu bairro histórico, com um emaranhado complexo de pitorescas praças, permite conhecer seu lado autêntico, podendo-se visitar a praça do Mercado de Vinho (Weinmarkt) com as suas esplanadas e restaurantes, ou Kornmarkt, onde encontram-se a Câmara Municipal e algumas das muitas casas gremiales que adornam suas fachadas com belos afrescos.

sociedade-da-mesa

Seja qual for a direção que se tome, no final desemboca-se na medieval Kapellbrücke (Ponte da Capela), uma das pontes cobertas mais antigas da Europa e, sem dúvida, orgulho de Lucerna. Construída no século XIV como parte da fortificação, sua estrutura de madeira foi vítima, em duas ocasiões, de importantes incêndios. O primeiro, sofrido em 1835, reduziu o seu comprimento de 279 metros aos 204 metros atuais. O segundo foi devido ao descuido de um turista fumante (hoje é proibido fumar nas duas pontes de madeira da cidade) e teve lugar em 1993.

Totalmente coberta para proteger o cidadão da neve e da chuva, a ponte conserva 11 pinturas que mostram a história da localidade. Um pouco mais adiante, uma nova ponte de madeira – a Ponte do Moinho -cruza o Rio Reuss a partir do Norte, o que permitia a defesa da cidade. Ela deve seu nome a um antigo moinho utilizado para cunhar moedas, moer cereais e tingir tecidos, ainda que hoje todo o mundo a conheça por Ponte da Dança Macabra, pelas pinturas do século XVIII que adornam seu teto. Existia uma terceira ponte que desapareceu, mas pode-se contemplar uma antiga barragem de tábuas que serve de contenção para regular o caudal, e continua sendo utilizada até hoje. Junto ao rio, todas as terças e sábados reúnem-se pequenas barracas de comida, produtos têxteis e um belo mercado. Em ambas as margens,  localizam-se a maioria dos restaurantes da cidade, todos eles com terraços para aproveitar os dias ensolarados e as fascinantes  vistas charmosas. Ali, podem ser encontrados menus muito semelhantes entre si, que consistem em uma entrada de creme ou salada muito leve e pequena, e um segundo prato de carne ou peixe de rio.

Não é a melhor região para desfrutar da alta gastronomia, mas o encanto do lugar compensa a baixa qualidade da comida. Existe também uma segunda Lucerna, rica, elegante, muito coerente com o que foi um dos principais destinos turísticos do mundo. Falamos sobre seu belo lago. Repleto de barcos a vapor e onde se encontra o Centro de Cultura e Convenções KKL, um grande investimento, adorado pelos cidadãos. Nele se percebe o grande interesse musical das pessoas, vistas as dimensões e a qualidade da impressionante sala de concertos.

sociedade-da-mesa

À beira do lago e separando-nos do centro histórico, Lucerna ostenta, com orgulho, edifícios, zonas balneares e lojas que mostram o lado mais rico e burguês da cidade. Ali, localizam-se os primeiros hotéis construídos no século XIX para atender às demandas da que foi uma surpreendente e nova linha de negócios: viagens e lazer. É também sobre esta margem que Lucerna abriga os melhores e mais elegantes restaurantes da cidade.

Imperdível

Subir ao céu com o teleférico giratório até Titlis, ou em gôndola panorâmica até o Monte Pilatus.

www.pilatus.ch e www.engelberg.ch

Cinco barcos a vapor do século XIX navegam ainda em torno do lago Lucerna.

Nossa recomendação:

Um jantar no Schiller. www.lakelucerne.ch

A cidade é muito ligada à música. Comprove durante o mês de julho, no Blue Balls Festival, ou em agosto, com o Festival de Verão.

PARA COMER BEM

WIRTSHAuS TAuBE

Burgerstrasse, 3

www.taube-luzern.ch

Junto à histórica ponte de madeira, localizam-se múltiplos restaurantes. O Taubes é um dos que, além de belas vistas, oferece uma magnífica culinária tradicional.

São os mesmos criadores da receita do bolo de carne mais famoso da cidade, recheado de carne de novilho, porco, alho, passas, maçã, champignons… quase nada.

Preço médio: 58€.

OLD SWISS HOuSE

Lowenplatz, 4

www.oldswisshouse.ch

Uma casa tradicional suíça, com artesanato em madeira. Recebe o cliente com um magnífico serviço. Culinária clássica com sua especialidade estrela: a chuleta Wienerschnitzel, espetacular corte tipo à milanesa, com queijo e ervas finas preparado diante do comensal. Bodega espetacular, com uma coleção de Rothschild.

No Réveillon, preparam o tradicional fondue chinês, com carne cozida em caldo de legumes laminado.

Preço médio.: 66€.

BRASSERIE FLORA

Seidenhofstrasse, 5

www.flora-hotel.ch/en

Uma opção informal de culinária internacional.

Buffet de saladas, pizzas ao estilo alsaciano (muito comuns nesta região), pasta caseira e algumas opções de carne e pescado.

Preço médio: 41€.

OLIVO

Haldenstr, 6

www.grandcasinoluzern.ch

Elegantes salões do século XIX, que se abrem em um espetacular terraço com vista para o lago. A cozinha, sem ser esplêndida, baseia-se na dieta mediterrânea.

Preço médio: 33€.

LOJAS DELICATESSEN

BACHMANN

Bahnhof e outros endereços.

Os melhores bombons e pralinés da cidade, feitos em ateliê próprio e de refinada confecção. Em algumas das lojas, oferecem também café e fazem fondue de chocolate.

MAX CHOCOLATIER

Schweizerhofquai, 2

www.maxchocolatier.com

Parece mais uma joalheria do que uma loja de bombons. Produtos típicos suíços, elaborados com o melhor cacau do mundo inteiro. Personalizam as caixas e oferecem um serviço impecável.

CHäSBARMETTLER

Hertensteinstrasse, 2

Um dos melhores lugares para provar e comprar queijos suíços.

Tábuas mistas e bons embutidos.

BäCkEREIHuG

Grossmatte, 22

www.baeckerei-hug.ch

Histórica padaria para experimentar bolos tradicionais, um snack ou um simples sanduíche. Não esqueça de pedir um Lebkuchen – uma tradicional pasta escura da Alemanha, que em Lucerna elabora-se com mel de pera, frutos secos e especiarias.

 

HOSPEDAR-SE… E TAMBÉM COMER

ROMANTIk HOTEL

WILDEN MANN

Bahnhfstrasse, 30

www.wilden-mann.ch

Em pleno coração da cidade e muito perto de tudo, é um dos hotéis históricos mais interessantes, especialmente por seus restaurantes: um tipo taberna (Burgerstube),  e o outro de culinária internacional (Sauvage), com seu famoso Bistec Chateaubriand, entre os pratos mais populares.

HIRSCHEN

Hirschenplatz, 1

www.hirschenhotel.ch

Pequeno hotel no centro, com uma interessante taberna. Afirmam que Goethe foi um de seus inquilinos.

PARA SE SENTIR EM CASA

HOTEL CASCADA

Bundesplatz, 18

www.bolero-luzern.ch

Funcional e moderno, este hotel abriga um divertido restaurante de culinária espanhola.

INFORMAÇÕES TURÍSTICAS

www.myswitzerland.com

 

Texto: Claudia Navarro    Fotos: Álvaro Fernández Prieto

Faça parte do nosso clube: vinhos selecionados por uma rede mundial de especialistas, entregues na porta de sua casa, por preços até 50% abaixo dos praticados no mercado! Associe-se!

Deixe um comentário