Canteiro: Citronela

citronela

Verão é a época de curtir a praia ou o campo, estar ao ar livre em parques pela cidade afora, fazer uma caminhada com os amigos ou um piquenique com a família. Mas estes momentos de lazer podem ir por água abaixo se aparecerem aquelas criaturinhas indesejadas: os mosquitos.

As altas temperaturas e as chuvas ocasionais criam o clima perfeito para um cenário de horror. Aquele zumbido no ouvido na hora de dormir ou sentir a hora exata da picada na sua perna por aquele ser tão pequeno e aparentemente tão frágil, podem deixar qualquer um virar uma fera.

Dentre algumas soluções práticas para o dia a dia, temos a famosa “raquete elétrica” vendida nos faróis, que gera estalos de pura alegria cada vez que um mosquito é acertado. Alguns preferem fechar as janelas da casa antes do pôr do sol, criando uma estufa caseira; outros optam pela praticidade dos inseticidas spray ou de tomadas com cores variadas para decorar sua casa e até timer para a hora certa. Mas será que não existe algo mais agradável, natural e que não comprometa a nossa saúde e o meio ambiente?

Sim! Uma planta chamada Cymbopogon winterianus, da família das Poaceae, conhecida também por citronela. Uma planta perene originária da Ásia, proveniente de regiões de clima tropical e subtropical. Adora lugares com muito sol e pode chegar a até 1,50 m de altura. Ela se apresenta em forma de touceira e suas folhas são longas e com bordas cortantes. A citronela possui um óleo essencial em sua composição, o citronelal, que é responsável por sua ação repelente.

Podemos cultivar a citronela em vasos ou floreiras, desde que o solo seja fértil, bem drenado e sob sol pleno. Também pode ser usada nos jardins, criando maciços ou bordaduras. Outra vantagem da citronela é que, além de repelir insetos, ela pode afastar pragas indesejadas nas outras espécies de seu jardim.

Todo mundo já escutou falar sobre esta planta com cara de capim, que pode fazer milagres contra os mosquitos. Mas como usar?

O poder repelente da citronela pode estar sob a forma de vela, óleo, creme ou até mesmo in natura. Podemos cortar várias folhas em pequenos pedaços e colocar sobre um prato, lembrando de trocar o conteúdo diariamente.

sociedade-da-mesa

O óleo da citronela pode ser extraído por processos industriais, com a ajuda de vapor d’água ou por métodos caseiros, com o auxílio do álcool. Como o óleo essencial da citronela é solúvel em álcool, podemos misturar em um recipiente algumas folhas picadas da planta com álcool, no entanto este óleo não será tão puro quanto o industrializado.

As velas de citronela também são muito usadas para repelir os tão indesejados mosquitos e seus zumbidos. Além de fazer parte da decoração, deixam um aroma agradável no ambiente.

Alguns truques caseiros recomendam fazer um chá da planta, passar no chão da casa e nos parapeitos de janelas. Até mesmo cultivá-la em vasinhos pode ajudar no processo, desde que estes estejam no caminho do vento, trazendo o aroma da citronela para dentro da casa. As loções hidratantes também são ótimas aliadas para se ter à mão. Podem ser compradas em farmácias ou feitas em casa, com uma simples mistura de glicerina líquida, álcool de cereais, óleo essencial de citronela e água mineral, em suas devidas proporções.

Agora sim, todos preparados contra os mosquitos. Vamos curtir o verão!

Texto: Érica Ochoa
Fotos: banco de imagens

Experimente nossas seleções e viva a melhor e mais abrangente experiência enológica. Associe-se!

 

Deixe uma resposta