Conheça o clube de vinhos que une ousadia e qualidade

0

Os clubes de vinhos se espalharam pelo Brasil nos últimos anos. Porém a história dessa modalidade de negócio remete aos anos 1980. Foi nessa época que o então estudante e filho de espanhóis, Dario Taibo, começou a engarrafar em casa vinhos que comprava a granel a bons preços em La Rioja, no norte da Espanha. A iniciativa, que atendia ao consumo próprio; logo chamou atenção dos amigos, que passaram a pedir a Taibo que os entregasse umas garrafas. Assim nascia a semente do que viria a ser a Sociedade da Mesa, primeiro clube de vinhos do país, que possui hoje mais de 15 mil associados em todos os estados brasileiros.

O compromisso do clube ainda é o mesmo do início de sua história, proporcionar a melhor e mais abrangente experiência enológica possível, através da seleção e comercialização de excelentes vinhos pelos melhores preços do mercado. Para isso, seus especialistas degustam mais de dois mil vinhos por ano para selecionar os que vão chegar até os associados do clube e negociam diretamente com os produtores para oferecer os melhores preços do mercado.

Associada à Vinoselección, o maior clube de vinhos da Espanha, a Sociedade da Mesa conta com uma rede global de selecionadores de vinhos, encabeçada por Dario Taibo, que frequenta as principais feiras internacionais com seu faro apurado. “A seleção do clube parte da minha escolha e o que eu busco, além de custo-benefício, é o incomum. Gosto de provocar o paladar dos nossos associados”, diz.

Exemplo dessa ousadia é a iniciativa de importar, de forma inédita; rótulos de origens como Bulgária, Romênia e Geórgia. O sucesso do negócio é creditado à qualidade das seleções e confiança dos associados na imparcialidade e independência do clube, que desde o início mantém um único critério, como um mantra: garantir a qualidade do que é servido na taça de seus associados.

Associe-se você também: conheça nossas seleções.

Leia mais:

Vinho por quê? Nossos associados contam o que o vinho significa para eles.

Inovação e exclusividade nos negócios do vinho

Veja o que a revista da Sociedade da Mesa traz neste mês 

 

Deixe um comentário