Variação no tempero: Temperos da panela tailandesa

0

Texto : Priscila Urbano

Esse texto é destinado àquelas pessoas que gostam de cozinhar comidinhas diferentes. Para isso, nada melhor do que ressaltar a excêntrica culinária tailandesa.

O lema primordial da panela tailandesa é usar aromas, sabores e especiarias que ativam o paladar e impulsionam seus hormônios, por isso é considerada afrodisíaca.

Historicamente, até os reis escreviam poesias sobre a comida, pois a culinária na Tailândia é uma arte de viver. Todos os dias, homens e mulheres talentosas devotam seu tempo a aperfeiçoar a refeição, com o paladar apurado e apresentação estimulante aos olhos e à alma.

Voltando para sua atitude entusiasta de inovar seu final de pimentasemana ou feriado com amigos ou parentes, vamos preparar inicialmente o tempero indispensável das receitas tailandesas, o curry caseiro. Diferente daquele curry 0amarelo em pó indiano, comercializado nas prateleiras dos mercados, esse pode ser amarelo, vermelho ou verde, em função da variação da quantidade dos ingredientes.

É importante lembrar que, para cada ingrediente da lista, a medida é proporcional a uma colher de chá. Seja cheia ou rasa, podendo variar de acordo com o paladar do cozinheiro. Separe alho picado (bem miudinho), casca de limão (se possível limão cravo), cebola roxa, capim santo, gengibre fresco, pasta de camarão, pimenta vermelha, coentro, canela em pó, cardamomo, cominho, cravo, noz-moscada, pimenta-do-reino em grão, semente de mostarda e semente de coentro. Depois separe os secos dos frescos e torre numa frigideira, sem deixar queimar. Em seguida, triture-os no liquidificador, junto com os ingredientes frescos, até obter uma mistura homogênea. Por fim, transforme tudo numa mistura cremosa, adicionando água ou leite de coco. Em minha opinião, acrescentar leite de coco deixa a mistura final mais saborosa e aromática.

Se você tiver dificuldade para encontrar certos produtos, separe um dia qualquer da semana e vá até o bairro da Liberdade, em São Paulo.  Mesmo se você não for dessa cidade, é um passeio que vale a pena. Por ser divertido e proporcionar, ao mesmo tempo, contato com diversas culturas e povos orientais.

Conheça as vantagens de fazer parte da Sociedade da Mesa, clube de vinhos! Associe-se!

 

Deixe um comentário