Confira curiosidades sobre banquetes

avestruzTrês bovinos e 71 tartarugas, assadas dentro dos próprios cascos, foram servidos dentro de uma caverna de Israel, 12.000 anos atrás. É, os banquetes são mais velhos do que se pensa.

Na Mesopotâmia, o rei assírio Assurbanípal II organizou uma suntuosa reunião gastronômica, 9 séculos antes de Cristo.

Durante 10 dias, 69.500 convidados traçaram 10.000 peixes, 1.400 cabritos, 1.000 carneiros, mais 20.000 jarras de vinho e cerveja. Mas o maior banquete da história, dizem, teve Júlio César como promoter: cerca de 260.000 pessoas distribuídas em 22.000 mesas desfrutaram da comilança, festejando as vitórias romanas no Oriente.

sociedade-da-mesa

Associar banquetes (e excessos) com a Roma Antiga é como parear arroz com feijão. Um imperador chamado Vitélio conseguiu a façanha de devorar 1.200 ostras, ainda no hors d’oeuvre. Heliogábalo, outro exagerado, regalou seus convivas com 1.000 línguas de flamingo. E ai de quem não limpasse o prato: era uma grave ofensa ao anfitrião. Ainda que fossem vísceras ou pés de porco.

Texto: Fábio Angelini

Conheça as vantagens de fazer parte da Sociedade da Mesa, clube de vinhos! Associe-se!

 

Deixe uma resposta