Garnacha Branca, o tesouro escondido do Mediterrâneo

0

grapes-on-vine-1318688-1279x852Procede de uma mutação da Garnacha Tinta e, por isso, compartilha em grande medida suas características ampelógrafas, vitícolas e enológicas. Salvo na cor do cacho.
Mesmo que sua origem esteja no noroeste da Espanha, esta varietal adapta-se bem a climas cálidos e secos.
Sendo esta a razão de estar presente em toda a área mediterrânea da Espanha e da França.

Os cachos são de tamanho médio a pequeno e um pouco compactos, sendo sensíveis ao excesso de umidade.
As baias são esféricas e um pouco alongadas, de tamanho médio a pequeno e de cor amarelada âmbar, com a pele fina.
O mosto tem um elevado conteúdo de açúcar e é de mediana a baixa acidez.

sociedade-da-mesa

Os vinhos dessa variedade podem chegar a ter uma cor amarela-dourada, são de acidez baixa e sensíveis à oxidação. São vinhos de grande corpo e muito álcool, que desprendem aromas florais e frutados, caracterizando-se por suas notas de ervas, feno e mato, sendo mais interessante em coupages com outras variedades, porque lhes aporta estrutura e álcool. É pouco habitual como monovarietal.

Desfrute da nossa Seleção Mensal de setembro de 2016, Le Petit Chat Malin Branco, um vinho com a variedade Garnacha Branca.

Experimente nossas seleções e viva a melhor e mais abrangente experiência enológica. Associe-se!
 

Deixe um comentário