Marca: amor e valor

shutterstock_237623206-1Que segmento alimentício é mais lucrativo? Na verdade, todos, desde que façamos bem a lição de casa e empreguemos toda a energia. Veja, aqui, algumas das marcas mais valiosas de 2016, segundo a Forbes: Coca-Cola, Nescafé, Danone, Red Bull, Subway, Corona.

A marca (estabelecimento, produto) é o seu maior patrimônio como empreendedor, e necessita de paciência e perseverança para prosperar. Pode ser que o sucesso venha num estalo, mas encare a construção do negócio como um processo longo.

Tudo começa com um plano de negócio: saber o investimento total, a viabilidade, o prazo médio de retorno e o capital de giro necessário. No caso de um restaurante, não se pode esquecer que o atendimento precisa ser excepcional; ter certeza de que há demanda para o que se pretende montar; se é inexperiente, qualifique-se, porque o mercado engole os amadores; foco na sua ideia para você ser o melhor, o especialista naquilo que se propõe a fazer com paixão; harmonia no ambiente, ele é uma extensão da casa do cliente; no cardápio, usar itens da estação, com preço confortável e rentável; atualizar-se sempre e medir os custos diariamente.

sociedade-da-mesa

Igualmente decisivo, é apresentar claramente aquilo que o diferencia dos demais. E ouse, apresente algo realmente novo, que acentue suas vantagens e instigue. Isso agrega valor. As marcas dos grandes empreendedores já nascem com algo incomum até mesmo nos gigantes consolidados: um propósito.

Texto: Fábio Angelini

Faça parte do nosso clube: vinhos selecionados por uma rede mundial de especialistas, entregues na porta de sua casa, por preços até 40% abaixo dos praticados no mercado! Associe-se!

 

Deixe uma resposta