Nopal – Flor do deserto

nopalO brasão de armas no centro da bandeira mexicana ostenta uma águia com serpente na boca, pousada sobre cactos. Pela lenda Tenochtitlan, esta alegoria apontava a terra prometida, que após dois séculos de peregrinação, foi encontrada pelos astecas em 1325. A Cidade do México, hoje.

Bem, o tal cacto é da espécie nopal (Nopalea Cochenillifera) e não ocupa só as paisagens áridas da América Central, é onipresente nos pratos mexicanos. Vendido em feiras, consumido como legume, economicamente tão importante quanto o milho e a tequila. De polpa suculenta, saborosa e adocicada, 88% de água.

Seu fruto e sua “raquete” (palma), ambos nutritivos: fibras, vitaminas A e C, ferro, cálcio, potássio, magnésio, antioxidantes. Tradicionalmente, utilizado em dietas e por pessoas com distúrbios digestivos, de pressão e diabetes.

Também chamado de palma-doce ou nopalitos – e citado como cacto de pera espinhosa –, o fruto do nopal é frequentemente confundido com o figo-da-índia (Opuntia ficus-indica), igualmente comum entre os hermanos. Seja pera, seja figo, primordial é eliminar os espinhos antes de compor saladas de frutas, massas de tortillas, recheios vegetarianos, licores e lasanha.

sociedade-da-mesa

Os figos-da-índia são comercializados entre nós, mas as suas folhas (palmas) sofrem preconceito, pois no Nordeste, aproveitam-se como ração de gado durante a seca. Ou como último recurso do sertanejo na hora do aperto. Exceto nas feiras da região da Chapada Diamantina, ali bastante apreciadas como verdura.

Em abril de 2016; o cacto foi tema da reunião entre representantes da embaixada do México e técnicos brasileiros da agricultura e pecuária. No cardápio, ceviche de peixe; salada; queijo; sopa de verdura; bolinho de camarão seco; doce de mel e rapadura; bolo e gelatina. Todos com nopal.

Texto: Fábio Angelini

Faça parte do nosso clube: vinhos selecionados por uma rede mundial de especialistas, entregues na porta de sua casa, por preços até 40% abaixo dos praticados no mercado! Associe-se!

 

Deixe uma resposta