Jaca, a beleza está no interior

0

...._@A expressão que abre este texto é um clichê daqueles, assim como outra clássica: “quem vê cara não vê coração”. Porém, ambas se aplicam à Artocarpus heterophyllus, que a gente conhece por aí como jaca. É que, vista de fora, por conta de suas projeções espinhosas e seu enorme e desajeitado tamanho, o fruto da jaqueira ou pé de jaca não é, digamos, nenhuma beldade.

Assim, como o abacaxi, a aparência desta fruta asiática que chegou ao Brasil no século XVIII por mãos portuguesas, chega a dar preguiça de desafiar a primeira impressão e ver o que tem dentro.

Mas – e quem gosta de jaca sabe muito bem disso – a sur­presa é boa. Sua polpa (também chamada de carne) é ma­cia. Saborosa e repleta de benefícios, ultimamente vem gozando da posição de superstar da cozinha. A jaca vem ampliando sua atuação e se consolidando como uma das novas queridinhas dos chefs de cozinha. Também pudera.

Versátil, a nova estrela da culinária vai bem na comida e na bebida. No prato principal e no tira-gosto. Na refeição e na sobremesa. No lanche e no jantar. No doce e no salgado. A Artocarpus heterophyllus oferece muitas possibilidades, em receitas para lá de criativas, em uma lista tão longa quanto surpreendente: tacos, tortas, salgados como coxinhas e pastéis, carne (louca) de jaca desfiada e cozida em deliciosos sanduíches, risotos (onde se aproveita inclusive o caroço), bolos, pudins, moque­cas, tempurás, queijos, doces em calda, sorvetes, ham­búrgueres, caipirinhas, batidas e até pizzas.

QUILOS E MAIS QUILOS DE SAÚDE
Um pé de jaca chega a produzir até 100 frutos por ano. E estes, devido ao tamanho, podem passar de 40 kg. Agora pense em converter um número desses em saúde. Por seus nutrientes e benefícios, a jaca poderia – e até deveria – ser incluída na dieta diária. Com uma média de 94 calorias a cada porção de 100 gramas, a fruta é uma grande ajuda na produção de energia, pois contém frutose e sacarose. Suas fibras, inclusive dos caroços, ajudam a evitar a prisão de ventre e são excelentes contra problemas intestinais. Ela também combate a tosse, faz bonito contra doenças degenerativas, envelhe­cimento e até tumores, graças à sua grande quantidade de antioxidantes. E isso é apenas o começo das benesses da jaca.

sociedade-da-mesa

Veja mais alguns destaques no quadro (e comece já a procurar lugares que vendem a fruta):

  • Vitamina A (retinol): como o próprio nome diz, tem efeitos antioxidantes que evitam a degeneração da retina. Também age contra a asma e os radicais livres.
  • Vitamina B2 (riboflavina): contribui para o crescimento e desenvolvimento, e ainda acelera a cicatrização.
  • Vitamina B5 (niacina): uma mão na roda para metabolizar os carboidratos e produzir energia.
  • Vitamina C (ácido ascórbico): a amigona do seu sistema imunológico. Protege contra a gripe e outros males, além de aumentar a energia para o dia a dia.
  • Ferro: participa da formação do sangue. Seu alto teor na jaca (principalmente no caroço), torna-a perfeita para prevenir e evitar a anemia.
  • Potássio: faz muito bem para o coração e ajuda a regular a pressão arterial.
  • Cálcio: previne contra a osteoporose e contri­bui para o crescimento e desenvolvimento.
  • Fósforo: essencial para que você tenha uma memória vitaminada.
  • Cobre: dá aquela força no metabolismo da tireoide, ajudando a produzir e absorver hormônios.
  • Magnésio: fortalece os ossos e combate os radicais livres.
  • Com tudo isso, chega a ser espantoso que a jaca não seja tão popular no Brasil, embora esta tendência esteja sendo revertida por con­ta desse movimento culinário em sua direção. A Artocarpus heterophyllus, afinal de contas, é uma fruta da qual, fechando com outro cli­chê, todo mundo devia comer até o caroço.

    Texto: Renato Soares

    Experimente nossas seleções e viva a melhor e mais abrangente experiência enológica. Associe-se!

     

    Deixe um comentário