Depois do petróleo, o café é a segunda commodity mais comercializada no mundo, e a bebida mais consumida, à exceção da água: 2,25 bilhões de xícaras são servidas no girar axial do planeta.

A produção anual ultrapassa os 6 milhões de toneladas, 25% dela proveniente do Brasil, que é apenas o 10º país a beber mais cafés, com 4,8 kg per capita do produto. O grande beberrão é a Finlândia, com aproximadamente 10 kg por pessoa por ano.

Café que, segundo os registros mais antigos descobertos, já estava presente em 525 no interior da Etiópia. E segundo os botânicos, pode atingir até 9 metros de altura. Hoje, ele é cultivado em 50 países – igual número de taças que o filósofo Voltaire chegou a beber em 24 horas, pelo que dizem.

sociedade-da-mesa

Mas Theodore Roosevelt ninguém alcança: no mesmo período, o ex presidente teria consumido 4,5 litros sozinho. Aliás, os americanos amam café. Principalmente os nova-iorquinos, que o bebem sete vezes mais do que qualquer outra cidade dos EUA. Deu até vontade de tomar um bom “cappuccino”, termo nascido no século XVI. Porque lembrava a cor do hábito que os frades capuchinhos usavam.

Texto: Spartaco Rodrigues

Faça parte do nosso clube: vinhos selecionados por uma rede mundial de especialistas, entregues na porta de sua casa, por preços até 40% abaixo dos praticados no mercado! Associe-se!