Château La Rose Tour Blanche 2016 | Seleção Mensal

0

Selecionar um vinho de uma região com prestígio internacional como é Bordeaux impõe responsabilidade, pois as expectativas por trás do nome não podem desapontar nossos associados. Mas como já dissemos anteriormente, Bordeaux é um oceano enológico, onde podemos mergulhar em aproximadamente 9.000 bodegas, e isso é uma grande aventura. Apresentamos neste mês, mais uma novidade que trouxemos da nossa última viagem para a França, o Château La Rose Tour Blanche 2016.
Descubram, pelas mãos da Sociedade da Mesa e de uma pequena bodega, a produção limitada de um vinho de grande elegância.

País: França
Região: Bordeaux
Indicação Geográfica: AOP Bordeaux
Uvas: 70% Merlot, 15% Cabernet Franc e 15% Cabernet Sauvignon
Maturação: sem crianza
Álcool: 13,5 % vol.
Produtor: Jacques Sartron et ses Enfants

O vinho
Vindima selecionada procedente dos 15 hectares que a propriedade dispõe no município de Périssac. Uma vez na bodega, cada varietal foi encubado separadamente em depósitos de aço inoxidável, realizando-se um exaustivo controle da fermentação a baixas temperaturas, para potencializar o aparecimento dos aromas de fruta e não obter uma superextração de taninos. Finalizada a fermentação alcoólica, o vinho foi trasfegado e inciou, de maneira espontânea, a fermentação malolática. Após a segunda fermentação, procedeu-se com o “assemblage”, onde a Merlot é a protagonista e os outros varietais aportam os matizes e personalidade deste grande vinho. Após um curto período de integração, o vinho foi levemente clarificado e filtrado antes do seu engarrafamento.

Cata
Vermelho-cereja com borda malva. Na taça parada, aparecem as primeiras sensações de fruta vermelha madura que, após a oxigenação, dão passagem para leves notas vegetais e de especiarias, balsâmicos e ameixas secas. Na boca é de intensidade média e trago longo, onde se destacam os sabores de fruta vermelha, como as cerejas. Bom balanço entre os taninos e a acidez.

sociedade-da-mesa

Harmonização
Perfeito companheiro para um jantar casual – queijos de pasta mole, embutidos curados ou patês podem ser um bom começo. Pratos frescos e leves, como um creme de legumes seguido por um peixe com molho.

Serviço
Sua temperatura ideal de consumo está em torno dos 15 a 17ºC. Pode-se manter a temperatura baixa utilizando um balde com água e gelo. Este método é mais rápido e confiável que utilizar o congelador, onde é difícil controlar a temperatura. Bastam cinco cubos de gelo flutuando na água para manter o vinho fresco e não gelado.

Guarda
Pronto para beber neste momento, com boa intensidade de fruta. Esperamos uma evolução positiva na garrafa pelos próximos meses. Estima-se um consumo ótimo dentro dos próximos quatro anos (2017 a 2021).

Texto: Alberto Pedrajo
Tradução: Paula Taibo

Faça parte do nosso clube: vinhos selecionados por uma rede mundial de especialistas, entregues na porta de sua casa, por preços até 40% abaixo dos praticados no mercado! Associe-se!

 

Deixe um comentário