Doce tempo

0

Alguns alimentos estão de tal forma entranhados em nossas vidas, que mal paramos pra pensar em quando nasceram, ou onde. Veja a cerveja: já era anunciada em uma tábua de argila há mais de 6.000 anos. E você, criança, sabia que o algodão-doce foi inventado no início do Século XX por um dentista americano? Pois é, e um outro dentista criou, em 28 de dezembro de 1869, nada mais, nada menos, do que o chiclete. Irônico e um tanto suspeito, é verdade. Mas parece que a goma de William Semple tinha a função original de exercitar as mandíbulas e gengivas dos pacientes.

Em 1893, foi a vez de Charles B. Knox lançar a gelatina, que seria batizada de Jell-O. E o cheescake, muito a cara de Nova Iorque e Filadélfia, surgiu na Grécia faz tempo: em 776 a.C., compunha o menu dos primeiros atletas olímpicos. Tem a receita mais antiga de torta de maçã, que data de 1390 e usava mel em vez de acúçar, e o gingerbread (biscoito de gengibre), cuja fórmula permanece inalterada desde 1854. Mais ou menos a partir do Século XIII, entram na cozinha o cuscuz marroquino e o homus. Para equilibrar o nível glicêmico desta nossa leitura.

Texto: Fábio Angelini

Faça parte do nosso clube: vinhos selecionados por uma rede mundial de especialistas, entregues na porta de sua casa, por preços até 40% abaixo dos praticados no mercado! Associe-se!

 

Deixe um comentário