Após ter o primeiro filho, Lucilaine Lima deixou de ministrar aulas de biologia para produzir doces e vendê-los. Após sete anos nessa vida (sempre primando pela qualidade), ela resolveu também ensinar como fazer. A procura avolumou-se e logo Lucilaine investiu 180 mil reais para criar o Instituto Gourmet, em 2014.

O empreendimento prosseguiu bem, até que virou uma franquia de escolas de gastronomia, em janeiro de 2017. O Instituto já conta com 23 unidades, sendo três delas próprias. Hoje, os cursos oferecidos são de confeiteiro, doceiro, cozinheiro, chocolateiro, food trucker profissional,
chef mix, cake designer e italian chef. A partir de 250 mil reais, é possível obter uma franquia.

sociedade-da-mesa

Dois fatores foram essenciais para o sucesso: em primeiro lugar, a decisão de Lucilaine voltar às origens e atuar no que gostava, ou seja, dar aulas (só que na cozinha). E em segundo, acreditar em si mesma, já que a ex-bióloga só aprendeu mesmo a cozinhar saindo de casa, quando adulta. Antes disso, sua mãe a impedia de pilotar qualquer receita. Por causa de uma panela de pressão que a menina explodiu sem querer.

Texto: Spartaco Rodrigues

Faça parte do nosso clube: vinhos selecionados por uma rede mundial de especialistas, entregues na porta de sua casa, por preços até 40% abaixo dos praticados no mercado! Associe-se!