Apresentamos um grande vinho e não somos só nós que o dizemos. Este Quinta do Portal – Grande Reserva 2014 foi reconhecido com diversos prêmios internacionais, entre eles 95 pontos da revista Decanter e 93 de Robert Parker e Wine Enthusiast. Sem dúvida, uma excelente carta de apresentação. Um vinho para desfrutar neste momento, mas que também merece envelhecer na garrafa, já que alcançará um nível único de perfeição. Um grande vinho, de uma grande colheita!

País: Portugal
Região: Douro
Indicação Geográfica: Douro DOC
Uva: 60% Touriga Nacional, 30% Tinta Roriz e 10% Touriga Franca
Maturação: 14 meses em barris novos de carvalho francês
Álcool: 15% vol.
Produtor: Quinta do Portal

O vinho
Foi vindimado manualmente entre os dias 18 e 22 de setembro, em função do ponto ótimo de amadurecimento das diferentes variedades. Todas foram vinificadas separadamente em depósitos de aço inoxidável de pequena dimensão, em temperaturas entre 24 e 26ºC. Depois da fermentação malolática, o vinho envelheceu em barris de carvalho francês novos durante 14 meses, após os quais estabilizou-se e finalmente foi engarrafado, para envelhecer no mínimo dois anos, até sua comercialização.

Cata
Cor vermelho-cereja intensa e com lágrima notável. No nariz apresenta-se complexo na taça parada, despertando as notas de ameixa preta madura quando se oxigena, destacando também elegantes especiarias e um fundo de madeira torrada. Na boca mostra-se fresco e com taninos poderosos, mas maduros e polidos. A madeira está bem integrada, destacando-se por sua elegância e longitude, junto com uma fruta de grande complexidade.

sociedade-da-mesa

Harmonização
Um prato de massa levemente apimentado com um molho arrabiata, ou um creme de cenoura e abóbora podem ser uma boa entrada, para logo prosseguir com carnes na brasa temperadas e apimentadas com uma redução de vinho ao queijo azul.

Serviço
Temperatura de consumo entre 16 e 18ºC. Se optar por consumir este vinho no momento, não haverá necessidade de decantá-lo, mas recomendamos abrir a garrafa meia hora antes do momento de consumo. Para os mais pacientes, recomendamos que, dentro de alguns meses, façam uma leve oxigenação ou sirvam em taças de boca aberta.

Guarda
Para beber neste momento, mas com uma excelente capacidade de guarda e uma evidente evolução positiva na garrafa pelos próximos anos. Estima-se um consumo ótimo dentro dos próximos 10 anos (2018 – 2028).

Texto: Alberto Pedrajo
Tradução: Paula Taibo

Faça parte do nosso clube: vinhos selecionados por uma rede mundial de especialistas, entregues na porta de sua casa, por preços até 40% abaixo dos praticados no mercado! Associe-se!