Trocar a academia por uma taça de vinho?

0

Uma pesquisa amplamente divulgada sugeria que essa troca era possível, mas o “milagre” não é bem assim. Fomos ouvir especialistas para entender melhor os benefícios do resveratrol.

Um estudo realizado pela Universidade de Alberta, no Canadá, foi
amplamente divulgado pela imprensa, apontando que “uma taça
de vinho tinto seria equivalente a uma hora de academia”.
De acordo com a pesquisa, os benefícios encontrados no resveratrol – composto encontrado no vinho tinto – são
equivalentes aos que nosso corpo obtém por meio do exercício.
O cientista Jason Dyck explicou que tal descoberta mostra que o
resveratrol melhora a performance física, o funcionamento do
coração e a força muscular, de forma equivalente a uma hora de academia.

No entanto, diante da repercussão sobre o estudo, o cientista decidiu esclarecer que o resveratrol pode melhorar a
performance na atividade física daqueles que já fazem algum tipo de exercício. E ainda fez um alerta: de
que a pesquisa não recomendava que as pessoas deixassem de ir à academia. Além disso, o estudo
apontou que o composto citado também pode maximizar os benefícios para pessoas com capacidade de exercício restrito, como pacientes com insuficiência cardíaca. No entanto, o estudo diz que, para ter efeito, o resveratrol deveria ser ingerido como suplemento, em concentrações que vão além de um copo de vinho.

sociedade-da-mesa

Para a nutricionista Roseli Ueno Ninomiya, de São Paulo, é importante esclarecer que muitos estudos apontam sobre as vantagens do tinto em relação à saúde. “O vinho tinto tem antioxidantes (resveratrol) que desempenham efeito cardiovascular protetor e beneficiam os vasos sanguíneos, o que poderia ajudar na prevenção da hipertensão associada à melhora do perfil lipídico (gorduras) e da função contrátil do coração”, destaca. No entanto, é essencial avaliar as condições físicas individuais e sempre seguir orientação médica. Segundo ela, é importante reforçar que o antioxidante sozinho não irá curar nenhuma doença.

Já a personal trainer Cau Saad explica que o resveratrol, como componente isolado, tem benefícios para a saúde em vários aspectos.
No entanto, sua dosagem em uma taça de vinho ou até mesmo no copo de suco de uva, não é a mesma necessária para alcançar tais objetivos. Ou seja, na prática, não dá para substituir a atividade física pela taça de vinho. Mas é fato que, ao combinar com treinos de resistência, o resveratrol leva a um aumento de 21% no desempenho. “Além disso, o componente reduz inflamações (bastante comuns em quem treina com intensidade) e melhora a função cardíaca, por isso podemos dizer que pode ser, sim, uma ótima adição à rotina dos praticantes de esporte”, finaliza.

Texto: Simone Cunha

Faça parte do nosso clube: vinhos selecionados por uma rede mundial de especialistas, entregues na porta de sua casa, por preços até 40% abaixo dos praticados no mercado! Associe-se!

 

Deixe um comentário