Vida conjugal pode afetar o gosto por vinhos

0

Pesquisa afirma que casais com relacionamentos duradouros compartilham preferências gustativas

Não é incomum que uma pessoa mude suas preferências
na hora de optar por um vinho. Descobertas de novas
regiões, sofisticação do paladar e mudanças de tendências
e mercados acabam afetando a escolha de um rótulo.
Porém, pesquisadores da Polônia e Alemanha,
em estudo publicado na revista científica Appetite
afirmaram que, além destas variáveis,
existe um outro motivo para que mudemos nossos
gostos ao longo dos anos: as preferências de nossos parceiros.

Analisando mais de 100 casais, cuja duração do relacionamento variava entre três meses e 45 anos, o estudo chegou à conclusão de que quanto maior o tempo de relacionamento, maiores as chances do casal compartilhar seus gostos.

O mais interessante, de acordo com os pesquisadores, é que os hábitos parecidos independem do grau de felicidade do casal – ou seja, casais mais ou menos felizes possuem mais ou menos o mesmo grau de similaridade na hora de escolher seus vinhos.

sociedade-da-mesa

Isso porque a convivência maior, que se traduz em mais refeições compartilhadas, torna mais provável uma adaptação mútua em relação às preferencias do parceiro.

Numerosos estudos já haviam sido feitos para entender como se comportam os casais quando o assunto é alimentação, porém, nenhum outro havia priorizado o estudo do vinho nos hábitos comportamentais cotidianos.

Texto: Ana Carolina de Carvalho Almeida

Faça parte do nosso clube: vinhos selecionados por uma rede mundial de especialistas, entregues na porta de sua casa, por preços até 40% abaixo dos praticados no mercado! Associe-se!

 

Deixe um comentário