Presentes nas melhores celebrações, o espumante é uma das bebidas que mais tem se popularizado entre os brasileiros. Ideal para ser consumido gelado, seja como aperitivo ou para acompanhar os pratos em jantares, esse tipo de vinho é bastante diversificado, ficando mais simples encontrar a bebida que mais combina com o seu paladar!

Mas você sabe qual é a diferença entre espumante e champagne? Apesar de muitos conhecerem a bebida pelo seu nome francês, existem algumas diferenças fundamentais para quem deseja conhecer a fundo o universo dos vinhos.

Conheça abaixo as semelhanças e diferenças entre essas bebidas fermentadas que são um sucesso entre as comemorações!

Espumante x Champagne

Espumantes são vinhos que possuem gás, passando por duas fermentações naturais. Uma delas é comum a todos os vinhos, transformando o açúcar da uva em álcool. A segunda fermentação faz o espumante ganhar sua principal característica, sendo responsável por produzir a efervescência, o gás, que dá origem às borbulhas. Esse segundo processo é chamado de “prise de mousse”, ou “tomada de espuma”.

Essas borbulhas, que recebem o nome de perlage, são bolhas de dióxido de carbono. Existe uma relação entre a quantidade e o tamanho em relação a qualidade do espumante: quanto menor o tamanho e maior a quantidade, melhor a bebida é considerada pelos críticos.

Todo Champagne é um tipo de espumante, mas nem todo espumante pode ser Champagne. Isso porque apenas as bebidas feitas na região de Champagne, no nordeste da França, podem levar esse nome. Além de atender a esse requisito da localização da produção, a bebida deve ser feita à base de uvas pinot meunier, pinot noir e chardonnay.

Métodos de fermentação para produzir perlage

A segunda fermentação que ocorre dentro da garrafa é o método tradicional, também chamado de Champenoise. O Champagne legítimo costuma ser feito através desse processo, com um envelhecimento mínimo de 15 meses a três anos. Esse método deixa a bebida mais séria e refinada.

Já quando essa fermentação acontece em tanques de aço inox (autoclave) ela se chama Charmat. Foi inventada na França e, após a fermentação, o líquido é filtrado e engarrafado. Isso faz com que o espumante seja mais delicado e acessível.

Quando o espumante é produzido na região do Piemonte, na Itália, com apenas uma única fermentação, ele é chamado de Asti Spumante. Ele possui um sabor mais adocicado, produzido a partir da uva moscato. No Brasil, esse método dá origem ao espumante moscatel.
Encontre o espumante que vai encantar o seu paladar aqui na Sociedade da Mesa!

Vinhos Espumante