Risotto 4 Queijos com Frango ao Molho de Coalhada e Hortelã

Algumas combinações causam estranheza, mas nada como testar e se surpreender. Esta receita inova com combinações exóticas e um sabor riquíssimo.

O frango com coalhada já é um clássico na culinária grega e turca. Adicionamos limão siciliano e hortelã para ficar muito mais perfumado e suavizar na combinação com o sabor marcante dos queijos do risotto. 

Para começar essa experiência, você precisará de 500g de peito de frango em cubinhos, 300g de coalhada seca, 500ml de creme de leite fresco, um maço pequeno de hortelã e raspas de casca e suco de 1 limão siciliano.Primeiramente, douramos os cubos de peito de frango em 2 colheres de azeite e uma colher de sopa farta de tempero tipo “cajun”.

O cajun é feito à base de cebola e alho em pó, pimenta do reino branca e preta, tomilho, cominho, louro, pimenta chilli seca, páprica, semente de coentro e estragão

Este tempero combina muito com aves, especialmente frango, e tem sabor forte, por isso optamos pelo frescor da coalhada com limão e hortelã para suavizar essa explosão de sabores picantes.

Quando o frango estiver bem dourado e perfumando o ambiente, adicione a coalhada já misturada com o creme fresco, a hortelã picadinha e o suco e raspas do limão. Misture bem e desligue o fogo para não ferver demais a coalhada e perder a consistência do molho.

Mantenha na panela por uns 10 minutos para o sabor penetrar na carne.

A combinação é muito interessante, a textura e o tempero dos cubinhos de frango com o azedinho refrescante da coalhada. Abra um vinho branco, principalmente em um dia de calor: a combinação será perfeita com o prato.

Os mais ousados arrisquem uma cerveja clara!
Para o risotto, fazemos um básico com manteiga, vinho branco, caldo de legumes e, no final, adicionamos os queijos. Vamos precisar de 100g de gorgonzola, 250g de queijo cremoso tipo catupiry, 200g de brie e 200g de parmesão ralado grosso.

Dica: não use queijos defumados como provolone ou ricota defumada. Eles mascaram o sabor do prato e o “defumado” predomina sobre todos os outros.

Para dar mais cremosidade, podemos colocar uns 100ml de creme fresco. O risotto é sempre fácil de acertar e tem 2 regras básicas: mexer sempre para o arroz liberar amido no caldo e engrossá-lo e provar com frequência, para ficar “al dente”. 

Tudo pronto, é só servir o prato e sentir na boca como esses ingredientes combinam entre si. É surpreendente. Bom apetite e boa viagem!

Texto: Mateus Giovanni

Fotos: divulgação