Camarão à baiana com palmito, acompanhado de 7 Grãos
10

Vamos dar um pulinho na Bahia com este prato que mistura um toque saudável com o sabor marcante da culinária regional soteropolitana. Para servir 4 pessoas, vamos precisar
de 500g de camarão vermelho médio e limpo; suco de 1 limão; 2 alhos-poró (somente a parte branca e finamente picados); 1 colher de sopa de azeite de dendê; 1 vidro tamanho padrão de palmitos fatiados; 1 colher de café de páprica doce; meio maço de cheiroverde; alguns raminhos de coentro; duas cenouras e 1 tomate picados em cubinhos; dois dentes de alho e 1 cebola média picadinha.

Os 7 grãos são compostos por: arroz integral, trigo integral em grão, arroz selvagem, cevada, quinoa, linhaça e aveia. Estes grãos são importantes numa dieta saudável, pois além de trazerem saciedade, ajudam a “arrastar” a gordura da alimentação. Você já pode encontrar em lojas de produtos naturais a mistura pronta. Devem ser cozidos todos os grãos juntos em água fervente por uns 30 minutos, com um pouco de sal. Dica: não use panela de pressão, pois os grãos ficam muito cozidos e perdem um pouco de sabor e textura.

Em uma frigideira larga e alta, comece refogando o alho, cebola e alho-poró em um pouco de azeite de oliva. Depois, adicione o camarão, o limão, a páprica, o dendê e o palmito. Mexa delicadamente, para não quebrar demais o palmito. Cozinhe por uns 5 minutos para o camarão não endurecer. Apague o fogo e coloque as ervas  cheiro-verde e coentro. Acerte o sal e reserve. Para os grãos, utilize outra frigideira e refogue um pouco de alho e cebola no azeite de oliva.

Adicione os grãos cozidos, a cenoura crua, o tomate e mexa bem. Acerte o sal e tempere com pimenta-do-reino e cheiro verde.
O sabor dos grãos integrais faz um casamento interessante com o sabor do dendê da cozinha baiana. O palmito e o alho-poró destacam-se com o sabor dos camarões e tudo isso harmoniza-se bem com um vinho branco gelado ou uma boa cerveja! Este é um prato versátil e que não precisa ser servido muito quente. Os grãos dão um ar de salada à refeição. A parte “quente” pode vir da pimenta baiana que você pode acrescentar a gosto e que vai combinar muito bem.
É um prato rápido, com toque de originalidade, uma mistura que intriga e que poucos já tiveram oportunidade de experimentar. O gostoso é ser desobediente e arriscar novas combinações.

Texto: Mateus Giovanni

Fotos: divulgação