Uma antiga “finca” em Mendoza. Localizada em encostas e declives ao pé da Cordilheira dos Andes. Rodeada por álamos de acordo com a tradição mendocina.

Um projeto familiar. Um conceito diferente, nascido no início dos anos 1.990, quando os irmãos Manuel e Antonio Mas decidiram produzir, em sua propriedade de Mendoza, vinhos de alta qualidade dos vinhedos cultivados para este fim. Encontraram, no interior de Mendoza, uma antiga “finca”. No meio do nada, e foi nela que plantaram as vinhas e a bodega. Uma “finca” cuja origem do nome é o de sua mãe, “La Anita”. Anos depois, algumas das bodegas mais importantes de Mendoza implantaram-se ao redor.

A “finca” está localizada nas encostas da Cordilheira dos Andes. Tem cerca de 70 hectares de vinhedos, das variedades Cabernet Sauvignon, Malbec, Merlot, Petit Verdot e Syrah para as tintas;  e Chardonnay, Sauvignon Blanc, Semillón e Tocai Friulano para as brancas. Somente são usadas uvas da “finca” para a produção dos vinhos, que somente são colhidos quando atingem níveis de qualidade que são nossa maior preocupação, produzindo apenas quantidades muito limitadas  de vinhos, permitindo-lhes acompanhar intensamente cada momento da produção.

sociedade-da-mesa

A bodega segue o modelo das antigas bodegas artesanais que imigrantes europeus desenvolveram em Mendoza no final do século XIX, seguindo tradições ainda vigentes nas melhores casas vinícolas do velho continente. Desde sua origem, buscaram resgatar estas práticas antigas, que foram substituídas, nas ultimas décadas, pelo fenômeno da produção em massa, que se generalizou nas bodegas da Argentina.

Trata-se de uma bodega pequena, estruturada com o critério dos château franceses.
Os pequenos detalhes surpreendem na Finca La Anita, desde a seleção manual das uvas, a maceração para evitar seu maltrato e suas crianzas excelentes em barris de carvalho, até o trabalho da bodega, que é realizado evitando que o vinho submeta-se a qualquer tipo de vibração ou manuseio brusco que possa alterar suas qualidades.

Este é um cuidado contínuo, uma atenção para que as coisas saiam bem feitas. Finca La Anita é também um lugar de exposição onde artistas locais exibem suas obras. Destacam-se fortemente esculturas religiosas do século XVII e as obras do famoso escultor chileno Lorenzo Domínguez.

Texto: Alberto Pedrajo Pérez y Javier Achútegui Dominguez
Fotos: divulgação

Acesse a ficha técnica do vinho aqui!

Experimente nossas seleções e viva a melhor e mais abrangente experiência enológica. Associe-se!