Desfrute e aprecie sem moderação.

Sociedade da Mesa e Benveniste Contemporary consolidam este projeto inédito no Brasil.

Continuamos oferecendo a você, nosso associado, obras exclusivas em edições limitadas de até 100 exemplares, de artistas contemporâneos do mundo todo, selecionados pelo curador Dan Albert Benveniste.

Desta vez, apresentamos uma obra muito especial do artista argentino de renome internacional Eduardo Stupía (Buenos Aires, 1951), que participou da prestigiada 30ª Bienal de São Paulo, em 2012, e que tem obras em algumas das coleções mais importantes do mundo, entre elas a do Museum of Modern Art (MoMA) – Nova Iorque, E.U.A..

Eduardo Stupía trabalhando no atelier Benveniste Contemporary de Madri.

A obra

Esta é a segunda obra da coleção Projeto Arte Contemporânea – Gravuras, desenvolvida exclusivamente para os associados da Sociedade da Mesa (peças únicas, assinadas, enumeradas e certificadas como prova única).

Exemplos das obras de Eduardo Stupía para a Sociedade da Mesa. Como se pode ver, cada gravura é única e diferente das demais.

Eduardo Stupía fez, exclusivamente para nossos associados, uma obra gráfica muito particular. O artista utilizou a técnica do monotipo, isto é, uma técnica na qual se pinta sobre o desenho previamente impresso na prancha. Assim, não existem duas obras iguais. Isto requer uma habilidade especial e dedicação por parte do artista que, sem dúvida, nossos associados saberão apreciar.

Com esta obra, queremos propor um novo destino: uma obra que combina a expressividade com a sofisticação e inteligência de um artista que consegue criar um universo entre os valores que vão do branco ao preto. A originalidade e a beleza da obra de Stupía consistem em sua habilidade incomum para desenvolver uma ideia da paisagem, entendida como uma organização de estruturas e espaço da harmonia e do equilíbrio, e não como um tema de caráter figurativo.

Ficha técnica:

Eduardo Stupía

S/T (sem titulo), 2013.

Gravura e monotipo sobre prancha de cobre.

2 pranchas de cobre de 70 x 90 cm.

Papel Zerkall-Bütten de 300 g  – 70 x 90 cm.

Assinado e numerado (prova única) na parte inferior.

Editado e impresso por Benveniste Contemporary, Madri.

Em entrevista sobre a sua participação na 30ª Bienal de São Paulo, em 2012, o próprio artista explicava sobre seu trabalho:

stupia4              Uma obra vem enquanto você está desenhando ou já a tem na cabeça e a realiza?

Eu desenho como se pensasse ou falasse. A pessoa não pensa que está pensando, nem pensa que vai pensar quando pensa. De qualquer modo, no caso da fala, pensa-se o que se vai dizer e logo se diz, embora, pensar o que se vai dizer e dizer sejam duas coisas diferentes. No desenho é a mesma coisa.

 

–              Quanto de trabalho e quanto de inspiração as suas obras tem?

O trabalho de atelier propriamente dito é a matéria principal (porque ela é física e temporária). É uma matéria, digamos, grossa, porque corresponde ao uso e ao conflito com os aspectos materiais do ofício. Do envolvimento profundo com essa materialidade, surge eventualmente uma energia ou outra mais fina, impalpável, mas muito perceptível, que se parece com inspiração, embora seja sempre posterior ou consequência do envolvimento no próprio trabalho.

Nos projetos mais recentes de Eduardo Stupía, destaca-se a exposição individual que recentemente inaugurou na galeria Rosenfeld Porcini de Londres, Reino Unido, assim como sua participação nas feiras Art Basel Miami e Art Basel Hong-Kong, ao lado da galeria Jorge Mara La Ruche, de Buenos Aires, Argentina.

stupia2A obra de Eduardo Stupía figura, entre outras, nas coleções do Museo de Arte Latinoamericano de Buenos Aires (MALBA), o Museo Nacional de Bellas Artes de Buenos Aires (MNBA), o Museo de Arte Contemporaneo de Rosário (MACRO), o Museo de Arte Moderno de Buenos Aires (MAMBA), o Museo Caraffa da cidade de Córdoba, Argentina, e o Museo Eduardo Sívori da cidade de Buenos Aires. Além disso, seu trabalho foi adquirido pelo Museum of Modern Art de Nova Iorque (MoMA).

Eduardo Stupía, s/t 2013.

Preço único de : R$ 1850,00

Forma de pagamento

À vista ou em até 3 vezes no cartão de crédito.

Pedidos

Pedidos devem ser feitos até 10 de XXX de 2013 pelo e-mail arte@sociedadedamesa.com.br ou 0800 774 0303.

Próximo artista selecionado

O próximo artista para o Projeto Gravuras Arte Contemporânea, da Sociedade da Mesa, será Sean Mackaoui (Lausanne, Suiça, 1969)