Autor: Thais Sinhorini

Fotos: Elayne Massaini

A cerveja Pilsen foi criada na cidade de mesmo nome – atual República Checa –, região da Boêmia, em 1842.cerveja_DSC8472p

Josef Groll, um especialista da Bavaria, foi convidado a trabalhar em uma cervejaria que estava preocupada com uma possível contaminação da produção. Na época, as cervejarias possuíam um processo muito artesanal de fabricação e as instalações eram rudimentares, o que facilitava a degradação do produto. Groll era um cervejeiro antenado no que havia de mais moderno na fabricação de cerveja. Durante os quatro anos em que estudou os processos de fabricação de cerveja na cidade de Pilsen, ele desenvolveu uma bebida de baixa fermentação, límpida e de coloração dourada.

Esse tipo de cerveja ganhou adeptos rapidamente, pois era mais leve, menos alcoólica e se tornou mais barata do que as cervejas oferecidas na época.

A forma de servir a cerveja também mudou, pois na mesma época, a indústria de cristais estava se difundindo – até a criação da Pilsen, a cerveja era servida em canecas de cerâmica ou metal.

Atualmente, a Pilsen representa 80% do consumo mundial. De produção artesanal ou de larga escala, a “dourada” é a campeã disparada em consumo também no Brasil.

O drink desse mês, o Lunch Box, é uma mistura inusitada e feliz de cerveja Pilsen e Amaretto. Para prepará-lo, basta colocar gelo em um copo long drink, o suco cítrico (limão ou laranja), o Amaretto e completar com cerveja. Aproveite os dias quentes e refresque-se!

Lunch Box

25 ml de suco cítrico

50 ml de Amaretto

1 cerveja Pilsen

cubos de gelo

copo long drink