Um vinho surpreendente, delicioso, amável, sofisticado, profundo e elegante. O Hooly Sauvignon Blanc 2013 único, que manifesta com qualidade a singularidade da terra de onde provém, e acumula grande quantidade de prêmios e reconhecimento internacionais.
HOLLY blanco 2013

País: Nova Zelândia

Região: Wellington

Indicação Geográfica: Wairarapa

Uvas: 100% Sauvignon Blanc

Álcool: 13%

Produtor: Matahiwi Estate Winery

O vinho

Depois da vindima, procede-se rapidamente ao prensado da uva. Em seguida, o mosto é decantado e transferido para barricas de carvalho francês, onde é fermentado a baixa temperatura para preservar ao máximo os aromas e sabores procedentes da uva. O vinho é mantido por 12 meses em barricas sobre as suas borras, procedendo periodicamente à sua “batonnage”. Depois será processada uma ligeira clarificação e filtração, antes do engarrafamento.

sociedade-da-mesa

A cata

Amarelo-limão com reflexos verdes, limpo e brilhante. As primeiras notas que aparecem no nariz são amadeiradas, continuando com notas vegetais e de frutas exóticas, além de recordações de erva recém cortada. Na boca, mostra-se ainda mais expressivo que no nariz, com intensidade alta, bom centro de boca, acidez equilibrada, notas de pomelo e pimenta. Estruturado, persistente, redondo, com um final de elegante confeitaria.

Harmonização

Sem dúvida, é um vinho ideal para acompanhar mariscos, mexilhões, ostras, camarões etc. Um pescado ao forno ou na brasa, cozidos de peixe e arrozes também harmonizam perfeitamente com este grande Sauvignon Blanc.

Temperatura

A temperatura de serviço deste vinho deve estar por volta de 8° a 10ºC, o que permitirá que ele se expresse pleno de aromas e sabores.

A guarda

Sua tampa de rosca pode nos induzir ao erro, se acreditarmos que ele não pode ser conservado por um tempo maior. Mesmo que não tenha sido elaborado para ser um vinho de guarda, em busca de evoluções complexas, a experiência nos diz que, em boas condições de conservação, poderemos consumi-lo, no mínimo, nos próximos dois anos (2014 a 2016), mas não devemos esquecer que encontra-se em um ótimo momento para ser consumido.

Texto: Alberto Pedrajo Pérez e Javier Achútegui Dominguez.

Experimente nossas seleções e viva a melhor e mais abrangente experiência enológica. Associe-se!
 

Vinhos EspumantePowered by Rock Convert