No Vale de Curicó, dentro da região do Vale de Lontué, cultivam-se as uvas para este soberbo Barón de Kinsmore Reserva Cabernet Sauvignon 2013 da Bodegas e Vinhedos Korta.

País: Chile

Região: Vale Central, sub-região do Vale de CuricóBaron de Kinsmore Cabernet Sauvignon

Indicação Geográfica: Vale de Lontué

Uvas: 100% Cabernet Sauvignon

Álcool: 13,5%

Produtor: Bodegas e Vinhedos Korta

O vinho

As uvas procedentes do Vale de Lontué são transportadas até a bodega em pequenas caixas, para protegê-las ao máximo, até o momento de seu processamento. Na bodega, passam pela mesa de seleção antes de ser transferidas ao depósito de aço inoxidável para  fermentação. Durante a fermentação alcoólica, são feitos remontados diários para que, de maneira progressiva, a uva conceda ao vinho suas principais características. Uma vez finalizadas as fermentações alcoólica e malolática, o vinho é envelhecido durante oito meses, em barris de carvalho francês de 225 litros, onde adquire seus deliciosos matizes de crianza, além de, ao mesmo tempo, domar os taninos. Após a saída do barril, é clarificado e suavemente filtrado antes do engarrafamento.

A cata

De cor vermelho-cereja e intensidade média-alta. Limpo, brilhante e com lágrima marcada na taça. Nariz tímido na abertura, mas após uma ligeira oxigenação na taça, acontece uma explosão de aromas, onde se mesclam as fragrâncias balsâmicas, com notas de frutas negras como mirtilos, especiarias como pimenta preta e memórias de torrado da crianza. Na boca, apresenta uma estrutura firme, bem acompanhada por taninos muito agradáveis, que se integram com perfeição, aportando-lhe longitude. Trata-se de um vinho redondo, de fácil passagem e retrogosto, momento no qual aparecem notas de frutas negras maduras e uma ligeira recordação varietal de pimenta verde muito sutil, que lhe atribui caráter.

sociedade-da-mesa

Harmonização

Um vinho como este, estruturado e com caráter, pelas regras não estritas de harmonização, nos levaria a pratos contundentes. A teoria diz que este tipo de vinho pode deixar que uma comida leve fique sem sabor, sugerindo comidas fortes. Porém, as regras existem também para serem quebradas, portanto vamos experimentar e alvoroçar nossas papilas gustativas. Sugerimos camarões com molho de cebola, alho, coentro, tomates-cereja e um pouco de pimenta – por que não? A acidez do tomate-cereja junto ao molho é uma combinação provocativa para nosso paladar. Conheça nossa sugestão de harmonização, Camarão Brasil.

Temperatura

Degustar a uma temperatura entre os 15 e 17ºC. Não é necessária a decantação ou oxigenação prévia ao consumo nos próximos meses de 2015.

A Guarda

Para consumir já, mesmo que seja esperado um desenvolvimento positivo na garrafa pelos próximos meses. Por isso, recomendamos um pouco de paciência para desfrutar plenamente de seus matizes. Estimamos um consumo ótimo dentro dos próximos 4 anos (2015 a 2019).

Texto: Alberto Pedrajo

Conheça as vantagens de fazer parte da Sociedade da Mesa, clube de vinhos! Associe-se!
 

Vinhos EspumantePowered by Rock Convert