O Pinot Noir é uma variedade que não se adapta facilmente a qualquer região vitivinícola. Trata-se de uma das variedades mais complexas, que requer um clima frio para que se consiga bons resultados. Mas no Vale do Maule, este varietal foi capaz de se desenvolver com uma interessante riqueza de matizes.
Baron de Kinsmore Pinot Noir

País: Chile

Região: Vale Central

Indicação Geográfica: Vale do Maule

Uvas: 100% Pinot Noir

Álcool: 12,5%

Produtor: Bodegas e Vinhedos Korta

O vinho: após a vindima, a uva passa pela mesa de seleção, onde somente a fruta em perfeitas condições é conduzida aos depósitos de fermentação de aço inoxidável de pequeno volume, e é macerada a frio antes de sua fermentação. Durante esse processo, são realizados leves remontados, buscando respeitar ao máximo o caráter varietal e seus elegantes aromas.

Após a fermentação alcoólica, uma fração do vinho é criada em barris de carvalho francês de segunda utilização. Antes do engarrafamento, é realizada uma assemblage do vinho que permaneceu no depósito de aço inoxidável e daquele que foi criado em barril, buscando a integração da fruta com o caráter aportado pelo barril.

A cata

Leve cor rubi, característica deste varietal. A primeira sensação que aparece são os aromas mentolados que se abrem para frutas vermelhas doces (como cereja e morango maduro), continuando com um agradável aroma floral que lembra violetas. Na boca, é sutil, elegante e delicado, notando-se com grande nitidez agradáveis especiarias e os aromas de cereja percebidos no nariz. Sem dúvida, trata-se de um vinho fresco, com uma acidez muito equilibrada, que nos convida a bebê-lo.

sociedade-da-mesa

Harmonização

Após o primeiro gole, pensamos em como seria delicioso combinar este vinho com um prato polivalente, como um delicioso bacalhau, acompanhado de  salada,  massa ou frito em azeite de oliva ao forno, sem muitos condimentos. Seria a perfeita companhia para este Pinot Noir, permitindo-nos desfrutar de sua sutileza. Conheça nossa sugestão de harmonização, Salada de Bacalhau.

Temperatura

Degustar a uma temperatura entre os 14 e 15º C. Não será necessária a oxigenação prévia ou decantação, pelo menos nos próximos meses de 2015.

Guarda

Para consumir já, com um desenvolvimento positivo em garrafa pelos próximos meses e um consumo ótimo dentro dos próximos 3 anos (2015 a 2018).

Texto: Alberto Pedrajo

Faça parte do nosso clube: vinhos selecionados por uma rede mundial de especialistas, entregues na porta de sua casa, por preços até 40% abaixo dos praticados no mercado! Associe-se!

 

Vinhos EspumantePowered by Rock Convert