22 a 25 de junho
Gladmat Food Festival
Para os habitantes do sul da América do sul, a Noruega e os países escandinavos são tão exóticos quanto a Amazônia pode ser para um habitante de Oslo. Mas é claro que temos muitas coisas em comum, entre elas a gastronomia de alto nível. Uma boa oportunidade para aprender mais sobre as cozinhas do norte é o famoso festival Gladmat, em Stavanger, cidade recostada sobre o Mar do Norte, que a cada ano atrai 200 mil pessoas com seus aromas de churrasco e salmão durado com eneldo. Entre as coisas que diferenciam este festival, está o fato de que a culinária da Dinamarca, Suécia e Noruega experimentaram, nos últimos anos, um salto qualitativo grande na mão de chefs criativos.

Não por acaso, o Noma, restaurante danes, foi eleito o melhor do mundo entre 2010 e 2014, de maneira sucessiva pela revista restaurante. Se o objetivo é provar pratos deliciosos e bons vinhos, Gladmat é a oportunidade perfeita na temporada: de 22 a 25 de julho, em pleno verão boreal. Dar uma volta pelos fiordes que circundam a cidade completaria o passeio com vistas maravilhosas.

sociedade-da-mesa

10 a 12 de julho
Finger Lakes Wine Festival
O verão no norte dos Estados Unidos é uma temporada bem ativa no que se refere a festivais. Enquanto os parques e praças das cidades preenchem-se com cerveja e música, há uma pequena localidade no estado de Nova Iorque, onde tudo tem a ver com o vinho: Finger Lakes. Durante três dias congregam-se na cidade mais de 80 bodegas, tanto do estado como de outros, para um raro e divertido festival, onde a música está presente além da gastronomia e dos vinhos. O entorno é muito verde e os cinco lagos compridos e finos,que parecem dedos -o que explica o nome da região – acrescentam um colorido especial ao evento.

Uma das coisas mais interessantes da FLWF é o clima de festa. As pessoas vão para se divertir e celebrar o verão durante três dias inesquecíveis. Neste ano, o evento será nos dias 10, 11 e 12 de julho. E participarão uns 100 expositores de ramos diferentes. Entre charutos; cozinha e comidas tradicionais. Sem contar com os restaurantes ou o excêntrico “Toga Parade” (desfile de togas) que acontecerá no primeiro dia. Tudo isso rodeado de vinho. Não é precisamente um festival de alta gama. Mas sim um típico festival da América do Norte e é justamente isso que o torna atraente para viajantes curiosos.

Texto: Joaquin Hidalgo

Conheça as vantagens de fazer parte da Sociedade da Mesa, clube de vinhos! Associe-se!

 

Vinho RoséPowered by Rock Convert