Gin Fizz – a efervescência da Bourbon Street
Drinks - Gin Fizz

Jazzista e carnavalesca, Nova Orleans é berço do mais famoso coquetel longo da América – sinônimo de borbulhas, soul music e festa!

Os coquetéis de trago curto são os verdadeiros representantes da mixologia norte-americana. Referimo-nos aos notórios Dry Martinis, Manhattans, Old Fashioneds, entre tantos outros. Mas se pensarmos nos clássicos long drinks, a América possui alguns ícones, mas nenhum tão marcante como o mundialmente conhecido Gin Fizz. Mais do que um grande clássico, o Gin Fizz foi o primeiro coquetel da família Fizz. Para elucidar, todos os coquetéis desta espécie – obrigatoriamente – devem conter água com gás ou Club Soda, um efervescente ingrediente que é composto de água com gás e bicarbonato de sódio.

Nova Orleans possui um coquetel que, no universo do vinho, pode ser metaforicamente intitulado de “autóctone”, ou melhor, servido com maestria somente na cidade do jazz. Estamos nos referindo ao “Hurricane”. Contudo, no ano de 1888, Henry C. Ramos, que era dono do Imperial Cabinet Saloon, criou uma bebida chamada “Ramos Gin Fizz”. Conhecido também como “New Orleans Fizz”, à época misturava-se gin, clara de ovo, creme de leite, suco de limão, açúcar, água de flor de laranja e um lance de água gaseificada dando seu toque frisante.

De fato era uma bebida muito apreciada e vendida, mas possuía um defeito. Para conseguir unir a clara de ovo, o creme de leite e o resto dos ingredientes formando uma espuma estável, tinha que ser batido rigorosamente em torno de 5 minutos na coqueteleira. Para acompanhar o ritmo das vendas, os irmãos Ramos contratavam meninos conhecidos como “shaker boys” para revezar no batimento da preparação do coquetel.

sociedade-da-mesa

Pela sua complexidade e demora no tempo de preparação; o Gin Fizz foi sumindo em meio a tanto caos e correria, onde a qualidade foi substituída pela velocidade. Mas com a criação da International Bartenders Association, em 1951, ganhou status de ícone ao ter seu receituário imortalizado pela entidade. Hoje, o Gin Fizz é devidamente preparado em poucos bares e restaurantes de Nova Orleans. Mas com a tendência da modernidade retrô, este coquetel vem emergindo com novos ingredientes como o refrigerante bitter lemon, da Schweppes®, e gins premium. Afinal, assim como a música local, ele continua pairando acima de todas as tendências. Cheers!

O Gin Fizz é elaborado, segundo o receituário imutável da IBA. No copo longo Highball e montado com pedras de gelo. Contudo, os ingredientes seguintes devem ser batidos avidamente na coqueteleira: 3/10 de gin; 1/10 de xarope de açúcar e 2/10 de suco de limão. Em seguida, sirva no copo a mistura. Complementando o coquetel com club soda (4/10). Decore com uma fatia de limão e uma cereja em conserva com o cabinho. Vale ressaltar que o sifão de club soda é vendido em antiquários como peça de decoração. E aparece no serviço de bar desde os filmes do cinema noir, até desenhos como Tom & Jerry e Pica-Pau.

Texto: Rick Anson
Fotos: Banco de imagens

Conheça as vantagens de fazer parte da Sociedade da Mesa, clube de vinhos! Associe-se!