pub austral

Na longínqua Ushuaia, descobrimos um dos pubs irlandeses mais aconchegantes e cosmopolitas da Terra do Fogo

Ushuaia é a principal cidade da Terra do Fogo, no extremo sul da Argentina. Destino ou passagem de muitas expedições, desafio de viajantes estradeiros, seja sobre duas rodas, quatro por quatro ou até onipresentes mochilões. Relativamente isolada, fascina e inspira. Mas não deixa de servir bem gourmets e notívagos, afinal beber num local como este faz com que bons papos tornem-se lembranças eternas na vida de um viajante.

Numa de nossas explorações pelas ruas da cidade mais austral do planeta. Encontramos “El bar Ideal” – um pub irlandês com o melhor espírito gaélico. Tombado pelo patrimônio local desde 12 de outubro de 1982, o hospitaleiro pub da Avenida San Martín iniciou sua saga no ano de 1951. Visitá-lo significa viajar através de grande parte da história de Ushuaia, justamente pela diversidade de sua frequência ao longo de sua existência – de marinheiros a colonos; de oficiais da base naval a intrépidos aventureiros navegantes como Amyr Kilnk, até os turistas das mais distintas nações.

Inaugurado como uma antiga pensão da família Buezas, o nome descrevia o intuito do patriarca oriundo da Espanha, Don Juan Buezas: tornar-se um reduto de aconchego e boemia. Suas especialidades culinárias, servidas até hoje, fundiam-se no gosto dos sul-americanos e europeus: mariscos, mexilhões e a saborosa centolla – o enorme caranguejo também conhecido como king crab; além dos frutos do mar, o frango frio, típico prato servido na Espanha, assim como as famosas empanadas e as “picadas de fiambre y jamón”.

sociedade-da-mesa

As cervejas trazem as especialidades britânicas, assim como as locais “fueguinas” e patagônicas. Destaque para a Beagle e suas variedades. Contudo, incrível foi descobrir que um dos melhores barmen da Argentina está à frente do Ideal Irish Pub. Leonardo Gargiulo foi campeão argentino na categoria flair, com o marcante “Demonio Amaro”, obviamente elaborado com bitter – o estilo de bebida mais amada pelos portenhos. O coquetel é um frozen que leva Campari, Rum Havana Club Añejo 7 años, Curaçao e suco de Pomelo, na taça de Martini.

O gerente Pablo Oscar, um fanático torcedor do Sao Lorenzo de Almagro. Deixa claro que o futebol tem seu espaço no ambiente. Desde uma camisa de Diego Maradona autografada até cartazes originais da Copa de 1978. Países são homenageados e o Brasil é bem-vindo com uma enorme echarpe exposta numa das pilastras. Falante e ex-morador de Florianópolis; o anfitrião discorre animadamente sobre política e a cultura latina. Além das peculiaridades sociais de cada país sul-americano.

Nesse momento, refletimos o quão prazeroso um ambiente como esse é para um viajante. E também como o universo da boa cerveja e coquetéis sociabiliza gente de procedência tão distinta. Mas apta a aprender, descobrir e rir. Somente num pub boas conversas conduzem a amizades além da estrada. E nesta hora, percebemos o que o próprio anfitrião parafraseou; “Entre brasileños e argentinos solamente tenemos problemas con lós desportes”. Salud!

Texto: Rick Anson
Fotos: Rick Anson e Marinho Dias

Conheça as vantagens de fazer parte da Sociedade da Mesa, clube de vinhos! Associe-se!