Sou goiaba, sim, com muito orgulho

goiaba

Ninguém gosta de ser chamado pelo nome dela. Para piorar, muitos acham que ela cheira mal. Talvez tudo isso soe injusto para você, depois de saber tudo que a Psidium guajava, da família Myrtaceae, oferece de benefícios. Em suas três variedades – branca, amarela e vermelha – a popular goiaba é um dos frutos de mais alto valor nutritivo encontrados na natureza. Sua polpa tem sabor inconfundível, entre o doce e o levemente azedo, e há quem ame mastigar as sementinhas – aliás, o nome goiaba vem do tupi “cyab”, que significa sementes aglomeradas.

Ela pode ser comprada na feira, é usada em geleias, sucos, compotas e na famosa goiabada, que vai muito bem com queijo branco. Mas é indiscutivelmente deliciosa quando devorada in natura, direto do pé. Quem já escalou os aproximadamente 6 metros de uma goiabeira na fazenda para comer goiaba fresquinha sabe muito bem disso – e esse sorrisinho que você deu agora acaba de denunciar que você é um deles.

A DESPEITO DO AROMA, UMA QUÍMICA TODA ESPECIAL

Por fora parecida com outras frutas. A goiaba aparentemente nada tem que chame a atenção. Como têm os visuais do abacaxi e da pinha, por exemplo. Por trás dessa simplicidade, no entanto, escondem-se uma química e uma composição de inúmeros pontos positivos e vantagens. Imagine você que uma goiaba contém quatro vezes mais vitamina C do que uma laranja, considerada por muitos insuperável nessa vitamina. Além disso, ajuda a controlar os níveis de açúcar e tem outros benefícios. Confira no quadro.

goiaba2

  • Vitamina A: mais uma riqueza da goiaba, para contribuir com uma boa visão e uma pele mais bonita.
  • Vitamina B1 (tiamina): encontrada apenas na goiaba vermelha, faz bem para os sistemas nervoso e cardiovascular e ajuda a ficar caminho, pois diminui o estresse.
  • Vitamina B2 (Riboflavina): ajuda na cicatrização, fortalece os cabelos e as unhas e contribui para o crescimento.
  • Vitamina B3 (Niacina): colabora com o metabolismo de carboridratos e ajuda na produção de energia, entre outras propriedades.
  • Vitamina C: diminui os sintomas de gripes e resfriados, aumenta a imunidade e ajuda a combater inflamações.
  • Licopeno: fortalece os ossos e ajuda a evitar a osteoporose.
  • Sais minerais: cálcio, que também é excelente para os ossos, potássio, que faz bem para o coração; fósforo, que preserva a memória e ferro, que é imprescindível para o crescimento e desenvolvimento.

Com tudo isso, se alguém chamar você de goiaba, fique feliz. E se quiser dar um show de conhecimento, diga que seu “apelido” é sinônimo de araçá-guaçu, araçá-mirim, araçauaçu, araçá-goiaba, guaiaba, guaiava, guava, guiaba e mepera.

Texto: Paulo Samá

Fotos: banco de imagens