descongelamento1

DESCONGELAMENTO: UM “MÉTODO ZEN”
Descongelar parece algo simples, mas pode causar surpresas indesejáveis. Recentemente, o Ministério da Saúde advertiu que mais de 45% das doenças transmitidas por alimentos ocorrem nas residências dos brasileiros. São mais de 250 tipos de doenças e a principal forma de contaminação está relacionada ao manuseio incorreto e à conservação inadequada de alimentos.

Quando me refiro à técnica de descongelar, sempre sugiro o método zen. Porque para descongelar não pode haver pressa, ansiedade e muito menos danos à saúde. O segredo de um bom descongelamento é ser gradativo, de maneira natural; esse deve ser o mais lentamente possível e no interior de sua geladeira, a uma temperatura entre 2 e 10°C e um tempo de aproximadamente 12 horas. Use vasilhas fundas para que o líquido não suje a sua geladeira e utilize as prateleiras inferiores para evitar contato e contaminação com os demais alimentos.

Não devemos descongelar comidas prontas ou peças inteiras de proteínas sobre bancadas da pia, por imersão em água, exposição ao sol ou até água corrente. Afinal, o descongelamento à temperatura ambiente é ideal para a proliferação de bactérias. Se você tiver aquela fome absurda, sem tempo de esperar, ou se esqueceu de retirar o alimento do congelador no dia anterior, use o forno de micro-ondas, que é ideal para o descongelamento de alimentos e consumo imediato. Outra sugestão para os que não aderem ao método zen é estocar alimentos congelados em porções pequenas, pois esses não precisam de prévio descongelamento no refrigerador.

Vale destacar que alguns alimentos merecem um pouco mais de cuidados na hora do descongelamento. É o caso das proteínas. A carne vermelha deve ser mantida na mesma embalagem em que foi congelada, fora do congelador e dentro da geladeira, de preferência de um dia para o outro (aproximadamente 12 horas). Lembre-se de apoiá-la numa vasilha funda e na parte inferior da geladeira, assim você não correrá o risco de transferir suas bactérias para outros alimentos.

sociedade-da-mesa

A carne suína segue o mesmo procedimento, porém, assim que estiver descongelada deve ser lavada rapidamente em água corrente, para não perder o sabor, e em seguida, temperada e preparada. Humm, deu água na boca. Já para o frango ou aves em geral, o descongelamento ocorre da mesma forma que para a carne suína. Ou seja, de um dia para o outro deve ser mantido na geladeira, na prateleira inferior, na mesma embalagem e dentro de numa vasilha. No entanto, esse processo pode ser um pouquinho mais demorado, podendo levar até 24 horas, dependendo do tamanho da peça que você irá descongelar.

Vale lembrar que os ossos fortalecem o sabor do frango. Por isso, quando a receita permitir, prefira os frangos com ossos.

Sobre pescados em geral, prefira sempre os frescos, se possível. Para descongelar um peixe, lembre-se de nunca usar a temperatura ambiente. Use sempre a sua geladeira. Se a peça for muito grande; corte em porções menores. O tempo deve ser de 10 a 12 horas. Se você estiver sem tempo, use o forno de micro-ondas. Mas lembre-se de verificar a potência. Use a mais baixa para evitar o cozimento, pois  o pescado cozinha muito rápido.

Aos poucos, à medida que você adquirir mais prática; perceberá que vale a pena deixar alimentos prontos e semiprontos no seu congelador. Agora você já sabe algumas das principais técnicas e como enfrentar o seu dia a dia. Vamos nessa!

Texto: Priscila Urbano
Foto: banco de imagens

Experimente nossas seleções e viva a melhor e mais abrangente experiência enológica. Associe-se!