Roditis, cultivada em toda a Grécia continental, esta retsina
variedade de uva branca é a base da elaboração dos brancos tradicionais “Retsina” gregos.

Original da região do Peloponeso, apesar de ser uma variedade bastante difundida pela Grécia, a Roditis é pouco conhecida internacionalmente. Porém, é um grande exemplo do potencial dos vinhos modernos gregos, e certamente alcançará a fama.

O fato de ser uma uva branca comum e, ao mesmo tempo, base para certos vinhos brancos simples e cotidianos, contribuiu para a sua reputação como uma uva modesta. Mas na verdade, quando se cultiva nas ladeiras das montanhas em determinadas condições, proporciona excelentes resultados na elaboração de vinhos notáveis e tão especiais como este, que desfrutaremos nesta ocasião.

Mesmo sendo uma variedade branca; sua pele pode apresentar tons diferentes. Desde o verde claro até o vermelho, dependendo dos diferentes clones existentes. A cor rosada manifesta-se quando se aproxima a maturação, assim como acontece com o Gewürztraminer. Produz vinhos brancos leves e elegantes, de sabores cítricos e cor amarelo brilhante, com reflexos esverdeados e aromas de maçã e cítricos. Na boca é leve e sua acidez fresca dá ao vinho um aspecto espumante muito atraente.

Conheça mais sobre a uva com a nossa Seleção Mensal Tetramythos Retsina 2013.

Texto: Alberto Pedrajo

Faça parte do nosso clube: vinhos selecionados por uma rede mundial de especialistas, entregues na porta de sua casa, por preços até 40% abaixo dos praticados no mercado! Associe-se!