Quarisa Caravan Durif

País: Austrália

Região: Sudeste da Austrália

Indicação Geográfica: Riverina NSW

Uvas: 100% Durif

Crianza: 40% do vinho – 15 meses em barris de carvalho francês.

Graduação Alcoólica: 14,5

Produtor: Quarisa Wines

Não percam o simpático detalhe na etiqueta do Caravan 2013 Durif  e disponham-se a desfrutar do vinho que está por trás dela, que é melhor ainda.

Trata-se de um grupo de vinhedos cuidadosamente selecionados na Indicação Geográfica Riverina. As uvas foram vindimadas no ponto ótimo de maturação, entre 14 e 15% de álcool provável, chegando quase ao limite para obter os aromas e sabores de fruta madura. Sua fermentação realiza-se parte em depósitos de concreto, e parte em barris de carvalho francês. Após finalizar a fermentação, 40% do vinho é mantido em barris, durante 15 meses. Depois desse período, o enólogo procede a realizar o coupage entre ambas as frações e ao engarrafamento.

A cata: intensa e profunda, cor cereja com bordas violeta e lágrima destacável. A primeira sensação no nariz é de fruta madura com lembranças de ameixas secas, dando passagem para leves notas mentoladas e madeira fina muito bem colocada. Bom corpo que preenche, mas com bastante fluidez, graças a uma acidez equilibrada, a qual facilita a passagem pela boca.

A harmonização: um vinho com esse volume necessita de um prato com gordura mediana, por isso podemos começar com um espaguete à carbonara, seguido de porco marinado na brasa, um bom entrecote ou um hambúrguer de carne de porco. Legumes também são uma boa opção para acompanhar este fantástico vinho. Confira uma deliciosa receita de Espagueti Carbonara para acompanhar este vinho.

sociedade-da-mesa

Serviço: este vinho tem um bom corpo, por isso sugerimos mantê-lo a uma temperatura entre 16 e 17º. Não é necessário decantá-lo, ao menos nos próximos meses. Se for consumido depois de 2016, certamente necessitará de decantação e oxigenação meia hora antes do consumo.

A guarda: para consumir já, com potencial de crescimento na garrafa para os próximos meses. Atualmente seus aromas primários (frutados) são os protagonistas, e o tempo cairá bem, porque irá melhorar sua integração. Estima-se um consumo ótimo dentro dos próximos quatro anos (2015 a 2019).

Desfrutem destes dois vinhos – Shot in the Dark 2013, coupage de Shiraz e Durif, e Caravan 2013, 100% Durif, onde poderão apreciar as diferenças entre um monovarietal desta variedade tão curiosa, e de um coupage com sua irmã mais velha, a Shiraz. Dois vinhos intensos, que nos mostrarão um pouco mais da variedade Durif nesta Seleção Mensal.

Texto: Alberto Pedrajo

Conheça as vantagens de fazer parte da Sociedade da Mesa, clube de vinhos! Associe-se!

Vinhos EspumantePowered by Rock Convert