País: Austrália

Região: Sudeste da Austrália

Indicação Geográfica: Shiraz de Padthaway SA e Petite Sirah de Riverina NSW

Uvas: 70% Shiraz e 30% Durif (Petite Sirah)

Crianza: fermentada em barris de carvalho americano e mais 12 meses de crianza.

Graduação Alcoólica: 14%

Produtor: Quarisa Wines

Shot in the Dark é uma interessante proposta de Quarisa Wines, onde a integração dessas duas variedades é absoluta. As uvas procedem de duas localizações geográficas diferentes, que são: Shiraz, da Indicação Geográfica de Padthaway, e Petite Sirah de Riverina, ambas vindimadas no seu ponto ótimo de maturação, entre 14 e 15% de álcool provável, chegando quase ao limite dessa maturação, para obter um vinho rico em aromas e sabores de fruta madura.

A fermentação do Shiraz é feita em depósitos de concreto, enquanto o Durif é fermentado em barris de carvalho americano. Após finalizar a fermentação, uma porção de cada varietal foi mantida em barris de carvalho americano durante 12 meses. Findo este período, o enólogo realizou o coupage entre ambas as frações, e procedeu com seu engarrafamento.

A cata: cor cereja intenso. No nariz, destaca-se a primeira sensação frutal, que é seguida por notas de especiarias e um sutil café. Sua boca é de entrada fresca e volumosa, com um leve gosto salino. Novamente aparecem a fruta madura e o café, com um final sedoso e persistente.

sociedade-da-mesa

Harmonização: vamos  iniciar com uma salada Ceasar ou uma salada temperada com queijo fresco e atum. Sigamos com um peixe assado ou uma ave defumada ou na brasa, como prato principal.Veja a nossa sugestão de harmonização, Magret Defumado com risotto de abóbora.

Serviço: este vinho tem corpo, por isso, sugerimos mantê-lo entre 16 e 17ºC. Não é necessário decantá-lo, pelo menos nos próximos meses. Se for consumido até 2016, certamente será necessário decantá-lo antes do consumo.

Guarda: para ser consumido já, mas não lhe farão mal alguns meses para arredondar na garrafa. Estima-se um consumo ótimo dentro dos próximos três anos (2015 a 2018).

Texto: Alberto Pedrajo

Conheça as vantagens de fazer parte da Sociedade da Mesa, clube de vinhos! Associe-se!