Texto: Joaquín Hidalgo

O segredo da doçura sem açúcar

Quando o mundo se preocupa com ingestão de hidratos de carbono e a indústria de doces aponta para adoçantes alternativos, a pergunta histórica – por que o vinho, sendo seco, oferece doçura no coração de Bordeaux. De mãos dadas com novas investigações financiadas parcialmente pela tonelaria Seguin Moreau e pelo Doutor em Enologia Axel Marchal, uma nova luz aparece nessa velha controvérsia. Segundo o investigador, a sensação de doçura de alguns tintos deve-se ao carvalho utilizado na sua crianza.

Mas não na origem, americano ou francês, e sim na espécie. Acontece que nos bosques da França estão plantadas duas espécies: pedunculado e séssil. O séssil é, segundo Marchal, o responsável pelos componentes conhecidos como QTT, que fazem a doçura. São árvores fáceis de distinguir, porém, na hora de montar os barris, entre as tábuas não há distinção da espécie. Aqui é onde o Dr. Marchal deu o golpe de mestre neste ano: inventou um teste singelo baseado no “doping” feito nos esportistas – que permite discriminar que tipo de madeira é utilizada. É tão recente este descobrimento, que só teremos a oportunidade de experimentá-lo, provavelmente, dentro de alguns anos. Entretanto, a doçura continuará sendo uma discussão filosófica ao paladar.

decanter.com

Um novo filme se mete com o vinho

Dois documentários marcaram o vinho nos últimos anos. Bottle Shock (2008), que abordou sem papas na língua o famoso Julgamento de Paris, no qual, pela primeira vez, um júri composto por franceses notáveis catou às cegas e elegeu vinhos da Califórnia, ao invés dos franceses. O outro, Mondovinho (2004), colocou o dedo na ferida do sistema de pontuação e da globalização estatística.

Um terceiro filme veio à luz na abertura no Napa Valley Film Festival: chama-se “Somm: in to the bottle” e foi rodado, como um documentário sobre a elaboração de vinho pelo realizador Janon Wise. O filme procura mostrar tudo o que há dentro de uma garrafa, desde o trabalho de poda até a elaboração do vinho, passando pelas difíceis decisões comerciais e a força do jornalismo. Indispensável para todo amante do vinho, nesse filme falam os papas do assunto, procurando uma explicação. Para ficar tentado com os trailers e com algumas entrevistas, o melhor é visitar o facebook.com/sommdocfilm e deixar-se levar pelo seu conteúdo.

 

Conheça as vantagens de fazer parte da Sociedade da Mesa, clube de vinhos! Associe-se!