plantey 2010 021O Médoc é mágico. Localizado na França, seus vinhedos ancorados sobre terras pedregosas, a brisa do Atlântico percorrendo seus ramos, os bosques de Las Landas abrigandoas e os sedimentos do Gironde aportando seus nutrientes, são a combinação prodigiosa e única para criar os vinhos tintos de Médoc de Bordeaux.

Situado entre a Costa Atlântica e o amplo estuário formado pelo rio Gironde, o Médoc é uma península com uma superfície de vinhedo em torno de 16.000 hectares, onde somente se comercializam vinhos tintos da denominação Médoc.

Os vinhos de Médoc são de forte personalidade, intensos, estruturados e de guarda longa. Aqui se produzem muitos dos vinhos mais famosos do mundo, e que foram classificados como “Grand Crus Classés” em 1855.

A célebre classificação, feita durante o império de Napoleão III, agrupou os vinhos de Médoc em função de sua categoria e foi encomendada por ocasião da Exposição Universal de Paris de 1855. Foi a Câmera de Comércio de Bordeaux que se encarregou de realizar a classificação de “Grands Crus Classés”, de Médoc e de Sauternes daquele ano, e foram classificados 60 vinhedos em cinco níveis, do primeiro ao quinto, em Médoc, e dois níveis com 25 Châteaux. Essa classificação continua vigente hoje em dia e é considerada a pedra angular da enologia de Bordeaux.

Mas as verdadeiras grandezas desta região são a sua diversidade e o conjunto de suas sub-regiões, onde se destacam Saint-Estèphe, Pauillac, Saint Julien, Listrac-Médoc, Moulis-en-Médoc e Margaux, e também onde o Cabernet Sauvignon alcançou sua máxima expressão, junto com o Merlot e em pequenas quantidades de Cabernet Franc; Malbec ou Petit Verdot.

sociedade-da-mesa

Pauillac, o coração de Bordeaux

No mês de Fevereiro de 2016, nossa Seleção Obras-Primas aproximamos do coração de Bordeaux, em Pauillac, berço de grandes vinhos e capital dos vinhos do Médoc. Esta Apelação de Origem Controlada (AOC) não necessita de apresentações entre os amantes dos bons vinhos.

Estamos ante a aristocracia mundial e ante a origem de alguns dos vinhos mais icônicos e caros do mundo. Qualquer ocasião é boa para se selecionar um vinho de Pauillac, mas nós esperamos a primeira Seleção Obras-Primas do ano, para apresentar a nossos associados um grande vinho da enologia mundial.

Com um total de 1.999 hectares de vinhedos e 155 Châteaux, comercializam-se anualmente uma média de 545.000 caixas de vinho. E não é de qualquer vinho que estamos falando. Acontece que algo de muito especial tem este município, na ribeira esquerda do Gironde, onde se produzem nada mais nada menos que 18 “Cru Classés”, e 3 dos únicos 5 “Premiers Crus” da classificação de 1855, além das míticas bodegas Château Lafite Rothschild, Château Latour e Château Mouton Rothschild.

sociedade-da-mesa

Mas o que faz Pauillac tão excepcional?

Um “terroir” homogêneo e único, dominado por solos de pedregulhos, uma drenagem natural excepcional, que permite a obtenção de vinhos potentes e elegantes a partir de suas uvas, com uma expressão complexa e de especiarias. E é sem dúvida isso, o “terroir”, que explica a grande quantidade de “Crus Classés” que se distribuem por esta célebre AOC.

Seus vinhedos produzem uvas com mostos concentrados e poderosos taninos. Graças ao microclima que facilita a interação entre o Gironde e o Oceano Atlântico. Além de modular as temperaturas no verão, evitando que as uvas amadureçam muito rapidamente. O que permite que o processo de amadurecimento seja otimizado.

Seus vinhos têm grande atitude para crianza em barril e posterior envelhecimento em garrafa. Portanto são considerados os mais longevos dos produzidos em toda Bordeaux. Os melhores vinhos de Pauillac podem envelhecer e evolucionar durante décadas.

E, inclusive, em safras excelentes. Os vinhos de alta gama podem envelhecer até 100 anos, dependendo, é claro, de boas condições de conservação. Sua longevidade pode ser discutível. Mas o indiscutível destes vinhos é como continuam mantendo a solidez de sua qualidade. Mais de 150 anos após sua primeira classificação.

Texto: Alberto Pedrajo

Aproveite e conheça mais sobre o vinho da região de Médoc, que selecionamos com exclusividade para a nossa Seleção Obras-Primas Château Plantey 2012.

Conheça as vantagens de fazer parte da Sociedade da Mesa, clube de vinhos! Associe-se!
 

Vinhos TintosPowered by Rock Convert