hamburger de falafelQuando os tártaros começaram a moer carnes duras para facilitar seu cozimento e consumo, não imaginavam que um dia a invenção ficaria tão sofisticada. Os hambúrgueres gourmet hoje empilham-se pelo mundo. Primeiro nos E.U.A., é claro, para onde o produto migrou em 1880 e virou comida icônica. Ali, a rede Shake Shack é símbolo dessa nova era do hambúrguer, com suas carnes nobres. O que era coisa de fast food (ou junk food, como preferem alguns), tornou-se um item disputado por gourmets de plantão, vegetarianos e gente comum que se alimenta fora. No pacote, não vieram só carnes de melhor qualidade, como a Angus. Graças à versatilidade do sanduíche, o hambúrguer ganhou ainda ingredientes inusitados, rebuscados, saudáveis. Cogumelos. Queijo de cabra. Mandioquinha. Foie Gras. Quinoa. Carne de avestruz. Trufas. Pães e molhos especiais. É o industrializado dando lugar ao caseiro, com menos gordura, sal e proteína animal, sem perder o sabor do lanche perfeito. Pelo contrário, o prazer parece ter aumentado, assim como as hamburguerias artesanais. Coloque a mão na sua, deve ter uma aí na esquina.

Texto: Fábio Angelini

Conheça as vantagens de fazer parte da Sociedade da Mesa, clube de vinhos! Associe-se!