CADI
Vamos conhecer um pouco mais sobre a Sicília através de seus vinhos e, melhor ainda, com a Nero d’Avola , a rainha das variedades, e este delicioso Ca Di Ponti Nero D’Avola 2014.

País: Itália

Região: Sicília

Indicação Geográfica: Terre Siciliane IGT

Uvas: 100% Nero d’Avola

Crianza: Sem crianza em barril

Álcool: 14% vol.

Produtor: Adria Vini

O Vinho

A uva foi vindimada a mão, desengaçada suavemente. Logo a seguir, foi para os depósitos de aço inoxidável para fermentar a uma temperatura entre os 25 e 30ºC, com vários remontados diários. O vinho não é macerado para não extrair o excesso de taninos que desvirtuam o seu paladar. Após a fermentação malolática, o vinho é clarificado, filtrado e engarrafado rapidamente, para preservar ao máximo seus aromas e os sabores de fruta vermelhas.

sociedade-da-mesa

Cata

Cereja com a borda violeta. No nariz, é uma festa de frutas vermelhas, cereja, morangos em calda, lembranças de groselha e ligeiras notas de especiarias. Mas o melhor está por vir – sua boca é redonda, longa e bem equilibrada.
Mais uma vez encontramos as frutas vermelhas em calda que haviam sido notadas no nariz. O tanino e o álcool estão claramente presentes, o primeiro bem domado, e o segundo sem ser o protagonista, o que faz com que o conjunto seja um manifesto denso e maduro, mas muito agradável.

Harmonização

A vantagem de apresentar um vinho italiano é que é fácil combiná-lo com um de seus pratos tradicionais. Façam uma suculenta lasanha com molho vermelho com carne e intercalem as camadas com um queijo azul para complementar. Com certeza, vão se deliciar com uma harmonização equilibrada. Confira nossa receita de lasanha bolonhesa para acompanhar esse vinho! 

Temperatura

Sua temperatura para consumo deve estar entre os 14 e 15ºC. Não é necessária sua decantação, nem abrir muito antes do momento de consumo, pelo menos durante os próximos meses.

Guarda

Consumir nos próximos e anos (2016 – 2019). É interessante desfrutar destes vinhos tão frutados em sua plenitude, quando não passam por crianza em barril – porque seus aromas primários de fruta vão progressivamente evoluindo para um perfil mais neutro, perdendo a riqueza que apresentam atualmente.

Texto: Alberto Pedrajo

Faça parte do nosso clube: vinhos selecionados por uma rede mundial de especialistas, entregues na porta de sua casa, por preços até 40% abaixo dos praticados no mercado! Associe-se!

 

Vinhos EspumantePowered by Rock Convert