legumes

De início, a francesa Katy Deville fazia teatro de marionetes, depois passou a criar personagens que encarnavam legumes. Foi ela quem introduziu o termo “teatro de objetos”, logo após ver uma peça onde o Sal de Frutas, sofrendo bullying da turma dos doces, comete suicídio atirando-se num copo d’água.

A atração do homem pela culinária manifesta-se nos palcos também. Há uma companhia que promove encontros entre profissionais do teatro e amantes da cozinha, misturando performances e sabores. A criançada ganhava brigadeiro de milho ao final do espetáculo “Sabores e Saberes do Milho”, e a plateia adulta degustava vatapá, numa encenação inspirada nas comidas que temperam a literatura de Jorge Amado. 

Sabe de onde vem o nome Rapunzel? De uma verdura estrangeira chamada rapôncio, que a mãe da princesa pedia quando grávida. A Cia. Polichinelo descobriu e transformou todas as figuras da história em frutas e legumes: Mãelancia, Princenoura, Bruxinjela. Neste caso, se alguém esquecesse a fala, era só improvisar uma salada e tudo daria certo.

Texto: Fábio Angelini

Conheça as vantagens de fazer parte da Sociedade da Mesa, clube de vinhos! Associe-se!