Cafayate, a viticultura ao limite de Salta

Acontece que em Salta, alguns dos terroirs, como os de cafayateCafayate, Yacochuya, Quebrada de las Flechas, Colomé, Tacuil ou Payogasta, onde os vinhedos encontram-se localizados entre os 1.500 a 3.100 metros acima do nível do mar, já começaram a ter seus vinhos comercializados como vinhos extraordinários. E esse é o caso da nossa Seleção Obras-Primas Estancia Los Cardones Tigerstone Malbec 2012, de maio de 2015.

A vitivinicultura possui muita tradição na província de Salta. E a história do vinho na Argentina está estreitamente ligada a esta província. Onde parece que, segundo alguns historiadores, pode ter sido a origem dos primeiros vinhedos argentinos. Que foram plantados e cultivados por ordens religiosas, para a celebração da Santa Missa. Como já se sabe, a expansão do cultivo do vinhedo no continente americano está estranhamente relacionada com a difusão do cristianismo.

Salta é considerada uma região de produção de vinhos de boutique argentinos. Devido à dimensão de sua viticultura e à automatização de suas bodegas. Lá são produzidos somente 2% do total da uva do país.
Trata-se de uma região de extremos. Uma paisagem árida, rústica, de deserto e de alturas. Onde quase não se veem árvores que dão sombras, mas com grandes cactos acompanhando suas paisagens.

E década após década, os viticultores vão procurando maior altitude para o cultivo de seus vinhedos nas montanhas, ocupando cada vez mais cotas, constituindo a viticultura mais ao limite, nas maiores altitudes do planeta.

sociedade-da-mesa

Cafayate, em Salta, com seus 2.195 hectares, representa 75% dos vinhedos desta província, segundo dados do Instituto Nacional de Vitivinicultura de Argentina. Também La Poma, Cachi, San Carlos e Molinos destacam-se como localidades produtoras.

Os solos, constituídos por sedimentos de tipo arenoso, proporcionam condições de drenagem excelentes e um aporte mineral que colabora com a riqueza e a concentração de seus vinhos. A água de rego é proporcionada pelos rios que traçam seus cursos nos vales, Calchaquí e Santa María, e se complementa com a água de poços do subsolo.

Cafayate é uma terra extrema. Com extrema altitude, extrema aridez e extrema radiação solar, que dão origem a uma singular expressão do Malbec. Vinhos estruturados, saborosos e muito diferentes dos de outrasregiões da Argentina. O que faz os vinhedos de altitude diferentes?

O principal benefício da viticultura nas alturas é a amplitude térmica, que consiste na diferença de temperatura entre o dia e a noite, e supera os 20 graus em muitos vinhedos do mundo, durante o período de amadurecimento das uvas, o que favorece o desenvolvimento da maturação fenólica. Nestas condições, o amadurecimento sob o frescor da noite acontece lentamente, potencializando a acumulação de aromas e de sabores na fruta, resultando em uvas únicas, de alta qualidade enológica, com grande concentração de cor e aromas complexos.

sociedade-da-mesa

Mas em Salta, além dessa amplitude térmica, há outro fator ainda mais relevante, que só ocorre em vinhedos com altitudes superiores a 1.000 metros acima do nível do mar: a radiação solar. Nessa altitude maior, a atmosfera é mais fina e absorve uma porção maior de radiação UV. E a cada 1.000 metros de incremento na altitude, a intensidade da radiação UV aumenta em 10 a 12%.

Assim, as alturas extremas dos vinhedos em Salta, os mais altos do mundo, todos acima de 1.500 metros, aumentam a incidência de radiação do sol, que é muito intensa e favorece a elaboração de vinhos vinhos concentrados, especialmente os de cepa Malbec.

Isso deve-se ao fato de que a alta radiação do sol obriga as cepas a aumentar a proteção da uva através de sua casca, que engrossa e enriquece para proteger as sementes do sol tão intenso. O resultado são peles muito grossas, com um altíssimo conteúdo em polifenóis (aromas, sabores e cor). Tão grossas, que os viticultores chamam-nas de “pele de sapo”.

Cafayate é a região produtora da nossa Seleção Obras-Primas de maio de 2016. Aproveite e conheça mais sobre o vinho argentino Estancia Los Cardones Tigerstone Malbec 2012.

Conheça as vantagens de fazer parte da Sociedade da Mesa, clube de vinhos! Associe-se!

Texto: Alberto Pedrajo

 

Vinhos TintosPowered by Rock Convert