Para alimentar seus soldados, o Império Turco-Otomano trouxe ao mundo o famoso kebab, por volta do século XIV. Nós, brasileiros, o conhecemos como churrasquinho grego. Durante a Segunda Guerra Mundial, a escassez de cacau fez com que Pietro Ferrero, italiano do Piemonte, inventasse o Giandujot, que foi rebatizado e eternizado em 1964 sob o nome de Nutella.

Agora, “The Land Down Under” é a responsável por uma sobremesa digna dos céus. O Tellabab, ou kebab de Nutella.
Esta maravilhosa doidice (ou gordice) vem do Tella Balls Dessert Bar, de Sydney. A casa é dedicada a todas as coisas do amado creme de avelã, cacau e leite.
Enquanto não pinta uma chance de prová-lo ao vivo e em cores, ao menos você já pode ir sonhando com a receita, que hoje causa furor na Austrália e na internet.

sociedade-da-mesa

Anote aí; leva pão sírio adocicado, chantilly, uma portentosa colherada de Nutella, banana, morangos frescos, e, no lugar das fatias de carne grelhada, raspas de chocolate, muitas raspas de chocolate. Sem miséria.

Texto: Fábio Angelini

Faça parte do nosso clube: vinhos selecionados por uma rede mundial de especialistas, entregues na porta de sua casa, por preços até 40% abaixo dos praticados no mercado! Associe-se!