É difícil encontrar alguém que não se renda ao sabor dobiscoitepolvilho
biscoito de polvilho, ou biscoitão mineiro,em algumas partes
partes do Brasil. É sucesso tanto no Sudeste (MG, SP e RJ), como em Goiás, e também no sul, no interior do Paraná.

O quitute é tão apreciado que Poços de Caldas, há mais
de 20 anos tem uma festa só para ele, nos fins de semana
de julho, onde dá para experimentar versões que levam
levam linguiça, pernil, queijo e até vinagrete.

Não se sabe quando o polvilho começou a ser feito no Brasil, mas o historiador Luís da Câmara Cascudo conta que as cozinheiras preparavam o biscoito para servir nas fazendas em Minas Gerais, no século XVIII. O biscoito é elaborado a partir da mandioca, que é a base do polvilho azedo. A receita leva ainda leite, óleo, água e ovo. Já a versão doce é feita com polvilho não fermentado.

sociedade-da-mesa

Seja em formato redondo igual ao carioca, ou em forma de palitos, como em Minas e no interior de São Paulo, o biscoito de polvilho tem status de unanimidade gastronômica, e faz parte do menu de restaurantes renomados em São Paulo, como o Mani, o Micaella e o Brasil a Gosto.

Texto: Amanda Ivanov

Conheça as vantagens de fazer parte da Sociedade da Mesa, clube de vinhos! Associe-se!