ao-verao-ao-calor-ao-gin

Os filósofos do futebol costumam dizer que clássico é clássico e vice-versa. É uma verdade redundante? É, mas também é uma máxima engraçada. Que vale inclusive para outros segmentos, como o alcoólico, por exemplo.

O gin é um grande exemplo disso. Destilado clássico, ele atende às exigências dos mais diversos tipos de bebedores: do habitué de bar de hotel ao frequentador dos barzinhos (outrora) enfumaçados; do anfitrião de festa ao casal de meia idade que beberica assistindo à TV; dos jovens executivos no happy-hour aos fãs do verão, que ajustam suas férias às das crianças, para passar horas na beira da piscina curtindo a família e um bom drink.

Esta bebida perfumada, excelente para se tomar gelada, combina com diversas bebidas. E você pode servir a qualquer época. Porém, no verão (que aliás começa no dia 21/12 exatamente às 7h44 da matina), não podemos negar que o gostinho fica mais especial, ainda mais intenso e refrescante.

sociedade-da-mesa

O gin é um destilado retificado (que tem suas impurezas eliminadas) cuja base são grãos, normalmente de trigo ou centeio. Ele resulta da redestilação das bagas do zimbro e da subsequente aromatização feita com diversos tipos de ervas e plantas, como cascas de frutas cítricas, pimenta-da-jamaica, raiz de alcaçuz, milho, cevada, coentro, farinha de amêndoas, cardamomo e outros.

Cada marca da bebida utiliza determinadas combinações dos elementos, para obter características próprias para a bebida. Até a pimenta-do-reino pode entrar nesta dança, numa alquimia cheia de segredos, guardados a sete chaves pelos produtores.

Texto: Paulo Samá

Faça parte do nosso clube: vinhos selecionados por uma rede mundial de especialistas, entregues na porta de sua casa, por preços até 40% abaixo dos praticados no mercado! Associe-se!