convento-oreja-memoria-res-2009
Quando uma bodega busca elaborar vinhos excelentes, de alta qualidade, com personalidade única e produção limitada, mantendo o caráter próprio dos vinhos de uma região tão relevante como é a Ribera del Duero, as palavras sobram. É o caso deste vinho, que temos orgulho de apresentar nesta Seleção Obras Primas: o Convento Oreja Reserva Memoria 2009, um Ribera del Duero dos grandes.

País: Espanha

Região: Castilla e León

Indicação Geográfica: D.O. Ribera del Duero

Uvas: 100% Tinta do País (Tempranillo)

Maturação: 18 meses de crianza em barris de carvalho francês 100% novos

Álcool: 14% vol.

Produtor: Convento Oreja

O vinho
Seleção dos melhores vinhedos da bodega, vindimados ao limite da supermaturação, com uma idade média compreendida entre 20 e 70 anos, sobre os solos de composição franco-argilosa, tão característicos da região. Após um suave desengace, a uva vai para depósitos de aço inoxidável de 10.000 litros de volume, onde é realizada a fermentação alcoólica durante 6 dias, nunca ultrapassando os 29ºC. Finalizada a fermentação alcoólica, o vinho permanece em contato com as peles, macerando durante outros 26 dias, após os quais é transferido para o barril de carvalho americano novo. A crianza se prolonga durante 18 meses, desta vez em barril de carvalho francês dos melhores produtores. Após o engarrafamento, o vinho repousa na bodega por pelo menos 24 meses, antes de sua comercialização.

Cata
Vermelho-cereja ainda vivo, mesmo depois de mais de 24 meses na garrafa. Aromas de fruta preta de boa intensidade, que vão dando passagem a finas especiarias e notas balsâmicas de alcaçuz, as quais se envolvem em madeira fina. Boca de entrada potente, onde o equilíbrio entre a fruta e a madeira se transforma em virtude. A fruta se apresenta como ameixas pretas supermaduras.

sociedade-da-mesa

Harmonização
Vinho gorduroso e corpulento, que pede pratos contundentes. Um assado de cordeiro ou cabrito é o acompanhamento ideal. Não vamos descuidar dos aperitivos, como um bom queijo azul ou um queijo duro de ovelha.

Serviço
Degustar a uma temperatura entre os 16 e os 18ºC. Convém decantar previamente a garrafa com ligeira oxigenação, para mostrar o vinho em sua amplitude de matizes. Tenham paciência, vale a pena para o vinho se expressar.

Guarda
Trata-se de um vinho pronto para consumo, mas que ainda se mantém jovem e poderoso, por isso estimamos que o tempo continuará caindo-lhe bem. Mas como sempre dizemos, em boas condições de conservação. Estima-se um consumo ótimo dentro dos próximos 8 anos (2017 – 2024).

Um vinho magnífico, saboroso, frutal, equilibrado e de passagem agradável, que nos fará desfrutar de cada taça que degustemos. Mais uma grande novidade para o Brasil, trazida pela Sociedade da Mesa.

Texto: Alberto Pedrajo

Experimente nossas seleções e viva a melhor e mais abrangente experiência enológica. Associe-se!

 

Vinhos EspumantePowered by Rock Convert