shutterstock_503918920-1Uma das formas do uso de creme de leite é o chantily, base principal do merengue e de tantas criações que apostam nele como toque final ou recheio. O grande medo de quem vai usar o chantily para enfeitar um bolo ou destacá-lo em uma sobremesa, é deixar o creme virar manteiga, ou seja, fazer a receita desandar.

Dividindo sua experiência no ramo de confeitaria, a chef Veridiana Maluf Nahas, à frente da Genoveva Doces, nos Jardins (SP), recomenda algumas ações para acertar em cheio e ter um cremoso e saboroso chantily para dar vida às sobremesas.

Creme de leite fresco, açúcar refinado ou de confeiteiro são os ingredientes básicos e principais para fazer o chantily. Uma batedeira também é essencial na hora de fazê-lo.

Colocar os ingredientes na batedeira e bater em velocidade média, em poucos minutos, faz com que o chantily fique pronto sem erro.

“Deixe o bowl e o fuet no congelador antes de prepará-lo, assim o creme encorpa mais rápido. E sempre fique de olho na batedeira”, recomenda a chef.

sociedade-da-mesa

O creme só vira manteiga se for batido demais. Por isso, segundo a doceira, é essencial que se fique observando a batedeira e, assim que formar uma consistência cremosa, pode-se parar o processo, pois o chantily está pronto.

“O chantily pode ser saborizado com fava ou essência de baunilha; com raspas de limão; laranja com café ou cacau. Ou ser base do tradicional morango com chantily. Intercalado com camadas de suspiros e um pouco de coco ralado é sempre bem-vindo! Aqui, usamos o chantily para arear o creme patissiere. No bolo pavlova e até na receita do nosso bolo da casa! ”, finaliza a chef.

Texto: Amanda Ivanov

Faça parte do nosso clube: vinhos selecionados por uma rede mundial de especialistas, entregues na porta de sua casa, por preços até 40% abaixo dos praticados no mercado! Associe-se!