poejoO poejo (hortelãzinho apenas para os íntimos) é uma erva conhecida principalmente por suas propriedades medicinais. Trata-se de um eficaz expectorante natural, indicado para curar diversos males do sistema respiratório. Com ele, você desobstrui as vias nasais por completo e ainda aproveita toda a riqueza de seu aroma que, aliás, é de dar água na boca. E além disso, tem propriedades digestivas.

O poejo é sucesso também na culinária. Popular na cozinha tradicional alentejana, esta folhinha divide boas opiniões. Alguns chefs afirmam que a utilização mais adequada é no preparo de carne de ovelha, carneiro, cabrito ou bode. A característica refrescante da Mentha pulegium vai muito bem em sabores com forte personalidade, proporcionando um saboroso contraste.

Outros cozinheiros pensam diferente no que diz respeito ao grande talento da erva. Afirmam que o poejo, graças à sua simplicidade, é excelente para temperar peixes, entre eles o bacalhau. Contudo, as duas partes concordam que a pequena folha é repleta de possibilidades, podendo ser utilizada no preparo de pratos quentes, sobremesas, licores, maioneses, tira-gostos e saladas. Quer outra dica? Sopa de queijos frescos, delícia deveras apreciada na bela cidade portuguesa de Évora.

Na verdade, a melhor sugestão é a seguinte: dê vazão à criatividade. Coloque o avental e arrisque suas próprias receitas. Provoque seu paladar. Combine ingredientes. E, claro, peça a opinião de amigos sinceros.

sociedade-da-mesa

Foi desta forma, à base de experimentações, que nasceram receitas tão distintas quanto a alcachofra com poejo, o caldo de poejos e o frozen yogurt de limão com poejo (boa pedida para este verão). Sopa de tomate com pepino e poejo é mais uma opção com irresistível leveza.

Deu vontade? Então vamos às compras. Na feira, faça uma escolha criteriosa. Preste atenção para que as folhas estejam bem verdes, sem queimaduras ou pontos pretos. É importante seguir esta dica.

Na hipótese de você não consumir no mesmo dia, conserve a erva fazendo um pesto. É bem fácil: coloque duas xícaras de poejo em um pote de vidro. Em seguida, acrescente meia xícara de azeite extra virgem e meia colher de café de sal. Pronto, mais nada. O poejo ficará com o sabor preservado, aguardando o momento certo de surpreender os convidados.

E por que não fazer isso logo? Invente uma receita e entenda na prática o poder deste incrível ingrediente.

Texto: Ricardo Mattos

Faça parte do nosso clube: vinhos selecionados por uma rede mundial de especialistas, entregues na porta de sua casa, por preços até 40% abaixo dos praticados no mercado! Associe-se!