A história da bodega iniciou-se na década de 1920, quando o pai e o avô de Enrique Forner fundaram a Vinícola Forner em Valência.

A empresa dedicava-se a produzir, vender e exportar vinho e, assim, Enrique esteve envolvido no mundo enológico desde criança.

Já adulto, nos anos 1950, Forner viu-se exilado na França por efeito da Guerra Civil. Estabeleceu-se em Bordeaux, onde comprou dois castelos – Château Camensac e Château Larose Trintaudon – e criou seu próprio negócio, direcionado pela obsessão de criar alguns dos melhores vinhos do mundo.

Já em 1968, fugindo da praga da filoxera, reestabeleceu-se na Espanha, na Alta Rioja, para seguir com seu sonho, contando com o auxílio de Emile Peynaud, uma das maiores autoridades em vinho de Bordeaux, também conhecido como o “Pai da Enologia Moderna”.

Forner difundiu o inovador espírito de Peynaud pela região, com a criação da marca Marqués de Cáceres, que viria a conquistar o mercado internacional com vinhos de qualidade impecável.

Atualmente, a qualidade Marqués de Cáceres está presente em 120 países. A liderança atual da bodega está a cargo de Cristina Forner, filha de Enrique e quarta geração da família.

Impulsionada pela mesma motivação do pai, Cristina segue o pilar principal da existência da bodega: produzir vinhos que sejam reconhecidos em todo o mundo, com foco exclusivo na máxima qualidade de seus produtos.

Generación MC 2016 – Marqués de Cáceres é a mais pura expressão da busca incessante por qualidade transmitida de pai para filha.

Um vinho de autor 100% Tempranillo, que representa uma nova geração. Uma fiel expressão dos vinhos tintos onde a essência das velhas cepas expressa-se com sabores rotundos, volume de taninos densos, suculentos e com boa vivacidade.

Também é preciso destacar alguns reconhecimentos e premiações:

A safra de 2016 foi avaliada como excelente pelo The Wine Advocate de Robert Parker, pela Wine Enthusiast Magazine e pela Wine Master Jancis Robinson.

E o vinho obteve ótimas pontuações em importantíssimos guias e rankings – 96 pontos no Guia Gourmet de Vinhos 2019 e 94 pontos no Anuário do Vinho El País, além de receber a medalha de ouro no Rioja Masters 2018, entre outros.

Texto: Paula Taibo