/Por Carolina Almeida

De acordo com a pesquisa da Associação Espanhola de Cidades do Vinho (ACEVIN), os viajantes vão à Espanha, principalmente, em casais (44%) ou com amigos (29%) – e gastam cerca de 160 euros por dia, entre restaurantes (41 euros), hospedagem (36 euros), compra de vinhos (32 euros), visita às vinícolas (21 euros) etc. As faixas etárias que prevalecem são entre 36 e 45 anos (27%) e entre 46 e 65 anos (26%).

As hospedarias rurais apareceram pela primeira vez como a opção dos enoturistas, escolhidas por 23% deles. Em seguida, os hotéis quatro-estrelas, que tradicionalmente ocupavam o primeiro posto, foram a preferência de 18% dos viajantes.

Entre as atividades mais procuradas estão as visitas às vinícolas (84%) e aos povoados (63%), além do desfrute da gastronomia local (56%). Por fim, a escolha das rotas ocorre, principalmente, a partir de recomendações de amigos e familiares (40%), e 99% dos enoturistas indicariam o caminho visitado.