/Por Kamille Viola

Foi-se o tempo em que comer nas praias do Rio de Janeiro era algo que passava longe da sofisticação. Nos últimos anos, a orla carioca ganhou espaços charmosos, emoldurados por alguns dos cartões-postais mais famosos da cidade.

Com a inauguração de quiosques com cardápios caprichados – muitos deles comandados por chefs renomados –, vieram também as cartas de vinho para brindar à beira-mar. Tudo isso com vista para o Morro Dois Irmãos, a Pedra do Leme, a Praia de São Conrado… Luxo é pouco.

O Azur, comandado pelo chef Pedro de Artagão, fica na orla do Leblon. Conta com 12 vinhos, que vão do Momentos Sauvignon Blanc (80 reais) ao champanhe Taittinger (520 reais). Os mais pedidos são os rosés, com opções como o Batalha Pinot Noir (98 reais).

“Os vinhos ideais são os frescos, com características mais salinas”, explica a especialista em bebidas do Grupo Irajá, Julieta Carrizzo, responsável pela seleção. Ela observa que o consumo de vinho acompanha o movimento das pessoas em se alimentar bem.

“Naturalmente, elas procuram beber bem. Mesmo inconscientemente, o cliente busca vinhos mais leves, que não deem ressaca e que sejam mais fáceis de beber”, analisa. Para comer, Artagão apostou em pedidas como ostras de Santa Catarina (6 reais a unidade), crudo de salmão ou peixe branco (42 reais) e ceviche (46 reais).

No Arpoador, está o Marea, o quiosque da rede Fasano (o hotel fica em frente). O lugar foi projetado pelo arquiteto Miguel Pinto Guimarães e conta com dois espaços. A carta, focada em vinhos leves e frescos, é assinada a quatro mãos por Rogerio Fasano, sócio do grupo, e Danio Braga, consultor gastronômico da rede e fundador da Associação Brasileira de Sommeliers (ABS).

O lugar conta com 32 rótulos, que vão do Compadre Chenin Chardonnay (109 reais) e do Compadre Tempranillo Malbec (109 reais) ao champanhe Moët & Chandon Brut Rosé (980 reais).

Há opções de vinho em taça: o espumante italiano Terra Serena Gran Cuvée (31 reais) e os dois rótulos argentinos Compadre (30 reais cada). Tendo à frente o chef Diego Ali, o Marea conta com receitas exclusivas no cardápio, despretensiosas, mais adequadas ao clima de praia e com preços mais acessíveis.

Entre as pedidas, piadinas (pão típico italiano) com diferentes recheios, como o de salmão defumado com rúcula e queijo de minas frescal (38 reais) e o de presunto de Parma com rúcula e queijo de minas frescal (36 reais). Outras sugestões são os croquetes de leitão (29 reais, seis unidades), o carpaccio de atum (48 reais), a casquinha de siri (29 reais, duas unidades) e coquetel de camarão (66 reais).

Rota zero óbvia

O Gávea Beach Club & Fun conta com três quiosques. O primeiro abriu na orla de São Conrado, em 2012. O da Barra veio em 2015. O mais novo é o do Leme, inaugurado no fim de 2018. Os irmãos e sócios italianos Maurizio e Jolanda Ruggiero comandam o negócio, que tem como carro-chefe a gastronomia do país da bota.

Para beliscar, tem entradinhas como bruschettas ao pomodoro (22 reais a porção) e carpaccio de polvo (49 reais). De principal, o espaguete ao vôngole (60 reais) está no menu desde o primeiro dia da marca.

A carta tem 42 rótulos, começando com o Rotas de Portugal branco ou tinto (60 reais cada garrafa). Outras opções são o tinto I Monili Tarantino Primitivo (130 reais) e o branco Albino Armani Pinot Grigio (140 reais).

Os mais pedidos são os espumantes brancos brut, como o Borgo Sole (69 reais), que também tem versão rosé (69 reais), o Cuvée 1903 Dry (95 reais) e o Ferrari Maximum Brut (320 reais).

Verão 2020

A inauguração mais recente é o quiosque La Carioca en La Playa, aberto em setembro no Leblon. O lugar leva o selo da La Carioca Cevicheria, que tem lojas no Jardim Botânico e em Ipanema. A seleção de vinhos é uma parceria com a Grand Cru.

Entre as opções, o Saint Claire Marlborough Sun Sauvignon Blanc, da Nova Zelândia (195 reais). O cardápio é o mesmo das outras duas lojas, com ceviches, tiraditos, pokes e pratos quentes. O tiradito mix (89 reais) traz lâminas de polvo, salmão e atum, servidos com molhos peruanos.

Já os tiraditos de salmão vêm com creme azedo, raspas de limão-siciliano e pétalas de flores frescas (30 reais). Outra pedida é o hambúrguer de ceviche (29 reais), feito de atum fresco, salsas criolla e amarilla, que chega acompanhado por batatas rústicas.