/ POR DANIEL PERCHES

Bordeaux é, sem dúvida, a região produtora de vinhos mais famosa do mundo.

Não é para menos: juntamente com séculos de cultura, história e tradição na produção vitivinícola, veio uma qualidade inigualável. Por conta disso, as garrafas produzidas ali chegam a valer centenas de milhares de dólares.

Porém, isso não significa que provar bons vinhos bordaleses seja um sonho distante. É justamente aí que entram os petits châteaux (pequenos castelos, em tradução livre).

Apesar de o nome remeter ao diminuto tamanho, não se engane: a chancela se refere às uvas que são produzidas fora de uma área demarcada, dividida em hierarquias de importância – as crus classés.

Na maioria, petits châteaux são produtores familiares, que trabalham na vitivinicultura há diversas gerações – e que garantem a continuidade do padrão local e do estilo da região.

Entretanto, suas propriedades estão fora da zona nobre de Bordeaux.

COMO RECONHECER UM PETIT CHÂTEAU

Vinhos de Bordeaus a preços acessíveis
Crédito: Divulgação

Dificilmente (arrisco dizer que nunca!) você vai encontrar essa informação no rótulo. Nenhum produtor se intitula “petit château” e a maioria não está muito preocupada com esse marketing – inclusive, muitas vinícolas ainda nem têm site.

Para tirar essa dúvida, é preciso perguntar ao vendedor da loja ou ao importador. Ele certamente está por dentro da história daquele rótulo, o que pode render uma grande surpresa para sua degustação.

POR QUE BEBER

Bordeaux é uma das regiões produtoras de vinhos mais rígidas em termos de qualidade, de tipos de uva permitidos e de volume produzido por hectare.

Isso faz com que, quase sempre, resulte em boas experiências enológicas (sim, existem exceções). Comprar um vinho de um petit château dá a segurança qualitativa da região, com blends e estilo próprios.

Você vai conseguir provar uma experiência típica pagando muito menos.

Loja Online de Vinhos